A força mediada pelo alongamento

    0
    39

    Alguns estudos demonstram que exercícios de alongamento podem diminuir o desempenho de força muscular (o chamado déficit de força muscular mediado pelo alongamento).

    A existência desse fenômeno nos leva a acreditar que parte dessas contradições observadas pode estar associada não apenas às variáveis relacionadas às rotinas de alongamento mas também às variáveis envolvidas no protocolo de avaliação da força muscular.

    Mais ou Menos

    A partir de 2005 já foi possível perceber o aumento de publicações que buscam comparar o efeito de volume de alongamento sobre o desempenho no sistema neuromuscular. É fato que o tempo total que um músculo é alongado funciona como uma importante variável a ser considerada. Isso porque esses estímulos podem aumentar um decréscimo na força muscular.

    Encontramos em alguns estudos por exemplo a sugestão de que pode haver exercícios de alongamento entre 20 a 60 segundos em cada posição sem que haja nenhum efeito negativo.

    Em outros estudos a conclusão é que a força muscular mediada pelo alongamento é mais observada quando existe uma avaliação em ângulos articulares estes somente quando acima de 60 graus e ainda outros que sugerem a retirada de rotinas de alongamento antecedendo a prática de qualquer atividade física.

    Volumes e alterações

    Acredito que nenhuma conclusão ainda possa ser completamente fundamentada uma vez que são observados diferentes protocolos utilizados nesses estudos que buscam analisar esse fenômeno associativo. Nesses apontamentos observei que protocolos com maior volume de alongamento podem causar maiores efeitos na produção de força. E que menores volumes de alongamento não causam nenhuma alteração no desempenho de força muscular.

    Rafaela Porto
    Educadora Física formada em 2004; Pós graduada em Atividade Física Adaptada e Saúde; Formada pela STOTT PILATES desde 2007 e com certificação internacional desde 2010; Atualmente é coordenadora técnica da Pilates StudioFit e ministra treinamentos e aulas de Pilates.

     

    Esta matéria foi produzida no site ativo.com

     

    Compartilhar
    Artigo anteriorGinástica laboral: ótima ferramenta para qualidade de vida
    Próximo artigoEmpresa desenvolve fone de ouvido bluetooth para atletas

    Deixe uma resposta