Adenoide

    0
    131

    O que é adenoide?

    Conhecida popularmente como “carne esponjosa” a adenoide é uma massa composta por tecidos linfoides que fica localizada na nasofaringe. Juntamente com as amígdalas ajuda na manutenção de um organismo saudável retendo os germes nocivos que tentam passar pelo nariz e pela boca.

    As adenoides produzem anticorpos para auxiliar no combate e na prevenção de infecções. Não é possível observar esta massa ao abrir a boca ao contrário do que ocorre com as amígdalas. Para tanto o médico necessita olhar com um pequeno espelho ou com um instrumento associado a uma fonte luz. Na grande parte dos casos um raio-x é a melhor forma de observar a “carne esponjosa”.

    Muitas vezes a região fica aumentada ou inflamada devido a algum tipo de infecção. Tal situação provoca dores e a respiração fica dificultada. A adenoidite é uma enfermidade que acomete a adenoide. É mais comum em crianças do que em adultos e não possui distinção entre os sexos. O tratamento costuma ser efetivo apenas com o uso de antibióticos. Em alguns casos entretanto pode ser preciso a realização de uma cirurgia para retirada das adenoides.

    adenoide

    Agente causador

    As adenoides assim como as amígdalas atuam na proteção do organismo. Ao respirarmos uma variedade de germes e de microrganismos acaba penetrando no corpo. A função destes componentes é portanto filtrar o que entra deixando-nos protegidos contra muitos invasores.

    Algumas vezes as adenoides podem ficar sobrecarregadas por bactérias por exemplo. Isto faz com que elas inchem e fiquem infectadas. Esta condição recebe o nome de adenoidite muito mais presente em crianças do que em adultos.

    Como se descobre a doença (diagnóstico)

    O diagnóstico para adenoidite costuma ser simples sendo sobretudo clínico. Diante dos sintomas e dos sinais as pessoas logo tendem a buscar por ajuda. O médico irá realizar uma análise clínica assim como irá fazer algumas perguntas e procurará estabelecer um diagnóstico diferencial.

    É preciso distinguir os sintomas da adenoidite dos sintomas da sinusite e da rinofaringite por exemplo. Para isto é preciso uma boa conversa com o paciente e muitas vezes até mesmo alguns exames. Um raio-x e uma endoscopia nasal podem ser de grande utilidade.

    A inflamação das adenoides incomoda bastante. É comum que logo se busque por ajuda. Depois do diagnóstico um tratamento deve ter início o quanto antes. Quando os casos são muito repetitivos e quando o espaçamento entre uma infecção e outra é muito pequeno alguns profissionais recomendam a retirada das adenoides. Para tanto é realizada uma adenoidectomia cirurgia realizada por um especialista em hospital ou centro cirúrgico com anestesia geral. Podem restar alguns efeitos colaterais após o procedimento por em média 14 dias. Portanto recomenda-se pensar bem sobre o assunto antes de recorrer a esta modalidade de tratamento.

    adenóides

    Sintomas

    A infecção das adenoides provoca na maioria das vezes os seguintes sintomas:

    • Dor de garganta;
    • Garganta inflamada;
    • Glândulas no pescoço inchadas;
    • Dor no ouvido ou problemas relacionados a ele;
    • Congestão nasal;
    • Boca aberta constantemente;
    • Respiração pela boca;
    • Fala com som nasal da forma como se estivesse com o nariz entupido;
    • Ronco alto;
    • Apneia do sono.

    De maneira geral estes são os principais sintomas de uma adenoidite. Dependendo do que está provocando a infecção eles podem variar um pouco. Quando o nariz fica entupido há dificuldade em respirar o que leva a pessoa a permanecer sempre de boca aberta. Caso estes sintomas sejam notados não deixe de procurar por ajuda. Toda adenoidite necessita de um tratamento.

    Prevenção

    Não são em todas as ocasiões que se pode prevenir uma adenoidite ou ainda impedir o aumento das adenoides. Na realidade o aumento do tamanho ajuda na captura e no combate aos invasores. O que se pode fazer por exemplo é manter bons hábitos de higiene. Desta forma a quantidade de microrganismos a serem combatidos reduz significativamente. É importante lavar as mãos antes de qualquer refeição e nunca colocar as mãos sujas na boca.adenoidite

    Não se deve realizar automedicações quando estiver com os sintomas descritos acima. O uso indiscriminado de antibióticos é extremamente perigoso para a saúde. Sempre que qualquer incômodo for notado um médico deve ser consultado pois somente ele saberá indicar a melhor abordagem para cada caso.

    Tratamento

    O tratamento da infecção das adenoides é feito basicamente através do uso de antibióticos. A cirurgia para a retirada das mesmas é indicada quando as infecções são recorrentes ou quando são contínuas. Portanto quando os sintomas não forem excluídos apenas pelo uso de fármacos é possível que se recorra a tal procedimento.

    Caso a infecção das adenoides esteja colocando em risco o organismo ao aumentar a suscetibilidade de uma doença mais séria como nefrite ou febre reumática também se recorre ao procedimento cirúrgico. Durante o procedimento as adenoides são removidas e a grande maioria dos pacientes leva em média 1 semana para se recuperar.

    Após a cirurgia algumas medidas devem ser tomadas como por exemplo com a alimentação que deve leve e constituída principalmente de líquidos. Muitos pacientes sentem enjoos e ânsia de vômito após o procedimento. Diante de qualquer sinal de desidratação um médico deve ser contatado.

    Uma placa branca se formará no local da retirada. Este é um sinal de cicatrização e não de infecção. Sangramentos pequenos podem ocorrer na região porém caso sejam excessivos algo está errado. Após a cirurgia exercícios físicos devem ser evitados por em média 15 dias. Dores na garganta e no ouvido também são normais no pós-operatório.

    A retirada das adenoides somente deve ser considerada quando já não há mais alternativas ou seja quando o tratamento a base de antibióticos já não é mais o suficiente. É muito importante conversar com o profissional para ficar a par de todos os riscos e efeitos colaterais antes da tomada de decisão por esta alternativa. Os problemas com as adenoides não costumam ser difíceis de resolver e não há necessidade de se conviver com dores. Diante dos sinais descritos acima entre em contato com um especialista pois um tratamento adequado necessita ter início o quanto antes.

    Deixe uma resposta