Alimentação para Hipertensos

0
69
O que é a hipertensão?

Também conhecida como pressão alta a hipertensão é um mal que acomete pessoas de todos as idades e ambos os sexos. O problema é do tipo silencioso e na grande maioria das vezes é reconhecido só depois de ter causado algum estrago considerável.

Esta enfermidade é vascular e atinge o organismo como um todo. Ela deixa marcas por onde passa seja no cérebro no coração na visão ou nos rins por exemplo. A pressão alta pode existir de duas formas diferentes. Ela pode ser do tipo primária ou do tipo secundária. Na primeira forma ela é provocada por algum gatilho. Já na secunda forma ela é proveniente de outra complicação sendo na verdade caracterizada como um sintoma.

São muitas as maneiras de se tratar uma hipertensão. Os medicamentos podem ou não ser uma opção e na grande maioria das vezes o mal é controlado. Consultar um profissional diante dos sintomas é algo imprescindível pois somente ele saberá indicar a melhor abordagem de tratamento.

A hipertensão pode levar a uma série de transtornos como derrame cerebral problemas renais e insuficiência cardíaca por exemplo. Além do tratamento medicamentoso existem algumas medidas básicas a serem tomadas de forma a reduzir os males. O cuidado com a alimentação é uma delas.

Agente causador

A predisposição genética e os hábitos de vida de um indivíduo influem e muito no sentido do desenvolvimento de uma hipertensão. Na grande maioria das vezes esta condição é passada entre gerações no entanto outros fatores podem interferir no quadro em questão.

A obesidade o fumo e a ingestão de bebidas alcoólicas por exemplo são alguns dos fatores que deixam certas pessoas mais predispostas a tanto do que outras. Um estilo de vida estressante é também um grande problema neste sentido assim como a falta de atividades físicas. O alto nível de colesterol no sangue aumenta os riscos daí a importância de tomar atenção à alimentação. Além disto a hipertensão é muito mais comum em pessoas com idade superior ou igual aos 50 anos de idade.

Tratamento

O tratamento da hipertensão possui como principal meta melhorar a qualidade de vida dos portadores da condição assim como aumentar a expectativa de vida. É fundamental que todos os órgãos vitais sejam analisados e acompanhados durante esta etapa.

Medicamentos e diferentes alternativas são utilizadas na hora de combater este mal. O uso de fármacos é indicado dependendo da idade do paciente e do estado do seu organismo. Para que os resultados sejam positivos é preciso seguir à risca as orientações médicas de forma a evitar maiores transtornos.

Além do tratamento medicamentoso é também possível conseguir uma melhora através de simples mudanças no dia a dia. A prática de atividades físicas por exemplo deve ser incentivada assim como a redução do estresse. A obesidade e o alto nível de colesterol pode deixar um indivíduo predisposto à hipertensão portanto ter atenção ao que se come é algo fundamental. Segue abaixo algumas dicas de alimentação para hipertensos.

Oito alimentos mágicos

Embora a hipertensão não tenha cura ela pode ser devidamente controlada através de certas medidas. A alimentação é muito importante nesta luta e existem 8 alimentos que não podem ficar de fora da dieta dos hipertensos.

A aveia por exemplo ajuda no controle da glicose no sangue e deve ser consumida por estes pacientes. A amêndoa e a noz são também itens indispensáveis pois auxiliam no controle da pressão arterial além de retardar o envelhecimento e outras complicações cardíacas.

O azeite é rico em ômega 3. Este ácido graxo atua no sentido de aumentar a vasodilatação e de diminuir a vasoconstrição. As ervas de uma forma geral como o coentro a cebolinha o alecrim e a salsa por exemplo diminuem o risco de pressão arterial alta e de doenças cardíacas. O alho é outro aliado nesta luta já que dilata os vasos sanguíneos e ajuda a reduzir a pressão arterial. Os cereais integrais também fazem parte da lista. Eles estimulam a dilatação dos vasos sanguíneos e diminuem a retenção de líquidos. Por fim o leite é outro aliado pois o cálcio atua como hipotensor ou seja diminuí a pressão sanguínea.

Oito alimentos proibidos

Itens que contém alto teor de sódio ou de sal devem ser evitados quando não cortados da dieta. Os alimentos industrializados em geral entram nesta lista. Enlatados como o milho verde o palmito e o molho de tomate também.

As conservas como o picles a azeitona e o cogumelo devem ser evitadas por hipertensos. Embutidos como a salsicha a mortadela e o presunto também. Os queijos com sal precisam ser cortados assim como as sopas prontas e as frituras. Carnes salgadas devem ficar de fora da dieta.

Parece difícil seguir estas restrições no entanto não é. Basta dar preferência aos produtos frescos e feitos na hora. Os enlatados os embutidos e os que vêm em conserva tendem a possui muito sódio o que acaba piorando a hipertensão.

Aprenda a usar as ervas aromáticas

Saber temperar bem os alimentos é algo que pode ajudar bastante indivíduos hipertensos. Muita gente acaba colocando somente sal na comida pois não sabe ao certo o que utilizar. Aprender a usar as ervas aromáticas pode ser um avanço grande na luta contra a hipertensão.

O manjericão por exemplo combina com alho e tomate. O alecrim vai muito bem com carnes brancas como a de cordeiro. A cebolinha fica perfeita quando junto de ovos e de saladas. Já a salsinha vai bem com carnes vermelhas e batatas.

O tomilho é outra erva super versátil. Ele fica bom em legumes em aves e em carnes ensopadas por exemplo. Já o louro combina em molhos enquanto que o coentro fica bom em peixes e em frutos do mar.

Além destas ervas existem muitas outras como a pimenta o cominho o curry a canela e o açafrão por exemplo. É preciso dar asas à imaginação e deixar se levar. Experimente usar estas ervas e corte o consumo excessivo de sal. Tem muita coisa boa por aí basta procurar e então começar a utilizar.

Deixe uma resposta