Bronquiolite | Uma doença de crianças

    0
    53

    Entenda a bronquite infantil

    A bronquiolite refere-ser a infecção dos brônquios dos bebês e acontece por conta de um vírus. Em adultos e crianças a doença é conhecida como bronquite em bebês bronquiolite.

    A doença é mais presente em bebês por conta do aparelho respiratório do recém nascido não estar desenvolvido por completo e com isso bebês prematuros e crianças com até um ano são os pacientes mais vulneráveis a contrair a doença.

    A enfermidade é caracterizada pela infecção viral que inflama e afeta os bronquíolos do paciente e afeta frequentemente os pulmões e com isso as vias respiratórias ficam inchadas causando o estreitamento das vias respiratórias e por conta disso a criança que sofre com a doença tem dificuldades para respirar.

    A doença se desenvolve principalmente no inverno e primavera causando muita tosse seca no paciente isso nos primeiros dias mas depois é possível que junto com a tosse o corpo comece a liberar um líquido que a medicina chama de mucose.

    Na maioria dos casos a crise de bronquiolite dura até 10 dias e principalmente na hora de dormir é que os sintomas aparecem atrapalhando a noite de sono do paciente e também das pessoas próximas pois a tosse é constante durante a noite toda.

    Em todo caso a doença é desenvolvida na infância e acompanha o paciente por toda a vida mas não causa limitações a quem sofre da doença.

    bronquiolos

    Como se adquire

    O vírus respiratório é adquirido por meio do contato com secreções contaminadas seja pelos olhos nariz ou boca da pessoa que está sadia. Isso acontece quando o doente após o contato com nariz ou boca pega o vírus nas mãos e depois ao contato com outra pessoa transmite o vírus.

    Não são todas as pessoas que pegam o vírus. Isso varia muito de acordo com a baixa imunidade de cada pessoa. O vírus também se mantém no ar e essa é outra possibilidade de ser contaminado pela doença.

    Os principais fatores que causam a doença são: se manter em ambientes onde estejam muitas pessoas crianças que tenham até seis meses de idade e também recém nascidos que não foram amamentados no peito. Os bebês que nascem prematuros também são mais favoráveis a terem a doença.

    Sintomas

    Os sintomas geralmente se confundem com de uma gripe mas permanecem por mais tempo e é por isso que muitas vezes o paciente demora saber que sofre de bronquilite.

    criança com bronquioliteDentre os principais sintomas destacam-se a respiração rápida chiado no peito e muita tosse. Além de febre frequente dificuldades para respirar vômitos em crianças pequenas e em alguns pacientes é possível que haja a perda de apetite.

    Ainda nas crianças pequenas é possível que sinta dores de ouvido e mantenham os olhos avermelhados como se tivesse com conjuntivite.

    Por conta de todos esses sintomas que aparecem geralmente a noite o paciente não consegue dormir pois causa muita irritação e perturba a noite de sono de quem sofre de bronquiolite.

    Diagnóstico

    Para concluir o diagnóstico da doença é necessário além de avaliar os sintomas e histórico do paciente realizar alguns exames clínicos e também com o auxilio de uma radiografia é possível ter a certeza da doença.

    O vírus também pode ser encontrado por meio de exames que são realizados com a secreção do nariz.

    Como é feito o tratamento

    Boa parte dos pacientes tratam a doença com medicamentos em casa mesmo que auxiliam no alívio dos sintomas.

    Em algumas crianças é possível que haja necessidade de internação para o tratamento ser visto de perto por profissionais.

    A ideia do tratamento é eliminar o vírus dos broncos com ajuda de inalações e também de medicamentos receitados e indicados pelo médico.

    A doença permanece em evidência por até 10 dias e geralmente nas estações de inverno os sintomas voltam provocando novas crises.

    Como prevenir

    No dia a dia evite a presença de pessoas que fumam perto de crianças provoca problemas e irritação nos pulmões.

    Além disso diariamente é importante que a criança faça ingestão de bastante líquido. Se for possível o uso de vaporizadores no ambiente pode ajudar a aliviar os sintomas da doença.

    Ao chegar da rua sempre lave as mãos com água e sabão pois se houve o contato com o vírus eles são eliminados na lavagem.

    Se houver na família ou pessoas de convívio algum caso da doença não é preciso de afastar da pessoas apenas é essencial que os cuidados na higiene sejam realizados para evitar o contágio.

    Alimentação adequada e acompanhamento médico ao perceberem os sintomas são práticas que ajudam no diagnóstico e com isso o paciente já recebe as orientações para tratamento da doença.

    A criança que tem o aleitamento materno realizado de forma adequado está mais protegida da doença pois o leite contém muitas vitaminas que protegem de diversas doenças inclusive do vírus da bronquiolite proporcionado ao bebê mais saúde e qualidade de vida.

    Compartilhar
    Artigo anteriorMiopatia Nemalínica
    Próximo artigoMixedema

    Deixe uma resposta