Carcinoma Basocelular

    0
    77

    O que é carcinoma basocelular?

    O carcinoma basocelular é o mais frequente dos canceres sendo também o que possui maior índice de cura. A lesão maligna tem crescimento lento e origem na camada basal da epiderme vindo daí o seu nome.

    A doença afeta homens e mulheres de todas as idades no entanto parece ter mais prevalência entre o sexo masculino. O carcinoma basocelular não costuma ser muito frequente em pessoas de pele escura.

    A exposição ao sol é o fator que mais diretamente leva ao desenvolver da condição. As pessoas com pele clara estão mais vulneráveis assim como indivíduos com idade superior aos 40 anos. Regiões como o pescoço a cabeça as costas e os braços sofrem com maior predisposição.

    Outros fatores que podem ser considerados como de risco para o carcinoma basocelular são a exposição a agentes químicos afecções de pele anteriores ao problema histórico na família e baixa imunidade por exemplo. Diante dos primeiros sinais um médico deve ser consultado.

    Pelo seu crescimento lento e por não dar origem a metástases o prognóstico do carcinoma basocelular costuma ser positivo. Entretanto a condição pode acabar destruindo tecidos que rodeiam as lesões provocando danos nas cartilagens e até nos ossos.

    carcinoma basocelular

    Sintomas

    Na grande maioria dos casos o carcinoma basocelular surge na face do paciente. A manifestação mais comum é uma pequena lesão de cor rósea e de consistência firme. O nódulo também costuma apresentar um aspecto perolado e brilhante.

    Muitas vezes as lesões sangram e dão origem a crostas. Outros sinais um pouco menos frequentes são nódulos pontilhados e escuros assim como cicatrizes superficiais e placas descamativas e vermelhas.

    As lesões possuem um crescimento bem lento portanto é preciso ficar atento ao processo. Todas as marcas que cocem ou que sangram devem ser avaliadas por médicos especializados. O tratamento para a condição existe e geralmente é cirúrgico. Não hesite em procurar por um profissional diante dos primeiros sintomas.

    Diagnóstico e tratamento

    O diagnóstico do carcinoma basocelular leva em consideração o resultado de uma autópsia e a análise clínica do paciente. Apesar de o problema geralmente não provocar danos maiores e não levar á metástase é fundamental o diagnóstico precoce de forma a evitar deformidades estéticas.

    O tratamento costuma ser cirúrgico. O principal objetivo é remover a lesão e o tecido que fica ao redor para criar uma margem de segurança. Existem outros recursos terapêuticos como a criocirurgia com uso de nitrogênio líquido a laserterapia a eletrocoagulação a radioterapia a quimioterapia e a curetagem por exemplo. Dependendo das características da condição e do estado do paciente uma alternativa será escolhida.

    Além disto é importante estabelecer bons hábitos de forma a se prevenir deste mal. Evitar expor o corpo diretamente sol no período entre as 10 horas da manhã e as 16 horas da tarde é fundamental. Utilizar protetor solar todos os dias também é uma regra mesmo quando não for um dia ensolarado. Usar chapéus bonés e óculos escuros também pode ajudar a se prevenir do carcinoma basocelular assim como calças compridas e camisetas de manga longa.

    Deixe uma resposta