Ceratose Actínica

    0
    260

    O que é ceratose actínica?

    É uma lesão de pele com característica avermelhada e escamosa provocada pela exposição ao sol. Geralmente ela surge nas áreas que ficaram mais vulneráveis durante anos como as orelhas o rosto o dorso das mãos o couro cabeludo o colo e os ombros. Apesar de acometer tanto homens quanto mulheres a ceratose actínica é mais diagnosticada no sexo masculino do que no feminino. Além disto ela é especialmente frequente em indivíduos de pele e cabelos claros com idade superior aos 40 anos.

    Estima-se que apenas 10% destas lesões provoquem um câncer de pele no entanto cerca de 60% dos casos de carcinomas espinocelulares vieram de ceratoses actínicas. Importante destacar que o carcinoma espinocelular é um tipo de câncer de pele com altíssimo potencial de metástase podendo facilmente levar ao óbito. Desta forma é fundamental que todos os machucados lesões e manchas sejam analisados para que se exclua a possiblidade de algo mais grave e de transtornos futuros.

    Como se adquire

    A ceratose actínica é bastante comum em pessoas com idade superior aos 40 anos que possuem pele olhos e cabelos claros. No entanto todos que abusaram da exposição solar sem o uso de protetor estão suscetíveis a desenvolvê-la.

    As lesões que não forem devidamente tratadas podem evoluir para algum tipo de câncer de pele. Isto acontece quando os tecidos mais profundos são invadidos portanto é de extrema importância buscar por ajuda diante dos primeiros sintomas.

    Sintomas

    As lesões da ceratose actínica são pequenas e podem apresentar diferentes aspectos. Algumas se parecem com lixas e outras são mais escamosas sendo que também desenvolvem por vezes crostas duras. Casos de feridas que apresentem sangramento são ainda mais graves pois podem significar transformações malignas. Mesmo sendo pequenas estas lesões surgem em conjunto. Elas são facilmente palpáveis e geralmente a área afetada possui o centro áspero e amarelado. As feridas são comumente localizadas em regiões que ficam expostas ao sol como o dorso da mão o colo o rosto e o couro cabeludo.ceratose actinica

    São as pessoas mais velhas que estão vulneráveis a tanto já que os efeitos da radiação solar são cumulativos. No entanto é importante destacar que mesmo indivíduos com idade entre 20 e 30 anos estão propensos a desenvolver uma ceratose actínica. Além disto pessoas com o sistema imunológico enfraquecido que tenham se submetido a transplantes ou que tenham AIDS estão mais vulneráveis necessitando atenção redobrada a quaisquer sinais.

    Diagnóstico

    Com um simples toque é possível sentir as primeiras lesões da ceratose actínica pois elas são escamosas e possuem aspecto de lixa. As lesões são pequenas no entanto surgem em conjunto possuindo o centro da região afetada uma coloração amarelada. As lesões por sua vez são geralmente avermelhadas rosadas ou meio acastanhadas sendo de fácil reconhecimento.

    Diante destes sinais é imprescindível buscar por ajuda médica visto que casos de ceratose actínica não tratados podem evoluir para algum tipo de câncer de pele. Conforme mencionamos são as pessoas com pele clara e de idade avançada que frequentemente manifestam a condição. Além disto as lesões tendem a surgir em áreas comumente afetadas pelo sol como o dorso da mão e a face desta forma é preciso atenção. O diagnostico diferencial entre a ceratose actínica e um câncer de pele é bastante complicado e difícil. É necessário que se busque por um bom especialista e que o tratamento seja o mais abrangente possível.

    Como é feito o tratamento

    Existem diversas maneiras de tratar uma ceratose actínica dependendo da gravidade da localização e da extensão do problema. Como as lesões tendem a surgir em grupos é preciso tratar a área toda afetada e não cada ferida individualmente.

    Certos casos podem ser resolvidos basicamente com o uso tópico de alguns medicamentos. No entanto na grande maioria das vezes faz-se necessário uma intervenção mais enérgica. A criocirurgia por exemplo é um método através do qual a lesão é congelada via aplicação de nitrogênio líquido na área afetada sendo que depois de um tempo as lesões viram crostas e caem.

    Outro possível tratamento é o peeling químico no qual ácido tricloroacético é aplicado sobre a região. Ainda existe a terapia fotodinâmica bastante útil quando as lesões são extensas. Por fim pode-se recorrer a uma cirurgia a laser ótima para pequenas regiões como as localizadas no couro cabeludo ou na face.

    Como prevenir

    A melhor maneira de prevenir uma ceratose actínica é através do uso constante de protetor solar assim como de chapéus e de bonés sempre que possível. Importante também é evitar ficar exposto ao sol nos horários de pico entre as 10 e 16 horas.

    Consultar regularmente um dermatologista é também uma ótima medida preventiva além disto não se esqueça de realizar os exames de rotina. Tenha atenção a sua pele e procure sempre por manchas lesões e machucados. Diante de qualquer sinal estranho procure por um médico.

    LEAVE A REPLY

    Please enter your comment!
    Please enter your name here