Chá de cavalinha

0
62

A cavalinha

De nome científico Equisetum arvense L. a cavalinha é uma herbácea de rizoma horizontal de onde saem dois caules aéreos: os férteis e os estéreis. Ambos chegam em média até 30 cm de altura e são de cor amarelada na base e avermelhada na ponta de onde sai a espiga. A cavalinha possui folhas pequenas em formato de agulha sendo uma planta que não possui flores nem sementes.

Um dos seres vivos mais antigos da Terra a cavalinha é datada do período Paleozóico quando havia espécimes de até 10 metros de altura por 2 de diâmetro. A cavalinha que conhecemos hoje em dia é um exemplar em miniatura deste ancestral. O nome cavalinha deriva do latim sendo “equi” igual a cavalo e “setum” igual à cauda. A planta é originária da Europa e já foi utilizada para as mais diversas finalidades como por exemplo para o polimento de madeira e de metais devido ao seu alto teor de silício.

Atualmente a planta vem sendo utilizada principalmente com finalidades terapêuticas sendo o seu consumo em forma de chá um dos mais populares. Ela pode ser plantada em pequenos vasos e guardadas em residências já que vive bem em meia sombra.

O chá de cavalinha

Bastante popular atualmente o chá de cavalinha oferece vários benefícios aos que adquirem o hábito de o tomar. A planta pode ser plantada em pequenos vasos e guardadas em residências pois sobrevive bem na meia sombra. Além disto ela pode ser usada para decoração e guardada em potes de vidro para ser consumida sempre que for necessário. Basta cortar a parte aérea em pedacinhos de cerca de 10 cm deixar secar e depois guardar para o consumo.

O chá de cavalinha pode ser preparado com as folhas despejadas em água fervente. Deixe ferver por 20 minutos coe e tome no máximo 3 xícaras por dia para obter os benefícios da cavalinha.

Para que serve

A cavalinha é uma planta muito eficiente para o tratamento de problemas ósseos para o tratamento de disfunções renais de disfunções de vias urinárias e de problemas na próstata. O chá também pode ser utilizado para tratar hemorragias nasais perda excessiva de sangue na menstruação inflamação da próstata e casos de inchaço.

O chá de cavalinha estimula a cicatrização e atua como profundo hidratante da pele e do organismo como um todo. Além disto ele é muito eficiente na recuperação de ferimentos na pele e no tratamento de frieiras de aftas e de úlceras. Outro benefício do consumo do chá de cavalinha é a boa aparência das unhas e da pele.

Ele ajuda a diminuir a oleosidade e reduz o surgimento de espinhas e de cravos. O chá de cavalinha combate a flacidez desincha e é diurético assim como favorece a queima da gordura localizada e tem poderosa função antioxidante. Por fim vale a pena destacar o efeito do chá no combate à ansiedade ao estresse à anemia à febre e à dor de cabeça frequente.

 

Como consumir

O chá de cavalinha pode ser preparado com 2 colheres de chá da planta picada em 500 ml de água fervente. Deixe ferver por 20 minutos e depois de pronto deixe descansando por cerca de 5 minutos. Coe e tome o conteúdo ainda quente. O ideal é beber três xícaras por dia durante 10 dias não ultrapassando esta dose pois pode provocar efeitos adversos. Além disto o chá de cavalinha não é indicado em casos de disfunção renal ou de disfunção cardíaca.

De uma forma geral a planta atua nos rins e na bexiga. O chá de cavalinha também atua no tratamento de problemas ósseos de hérnia de disco de problemas na próstata de unhas fracas de pele ressecada de queda de cabelo de inchaço de inflamações de articulações e de retenção de líquidos. Como algumas destas condições são mais frequentes no inverno o chá se torna uma excelente opção para o controle e tratamento.

Outras informações

A cavalinha é uma planta rica em silício e em flavonoides assim como em vitamina C. Além disto ela possui pequenas quantidades de óleos e de compostos inorgânicos tais como o cálcio o magnésio o fósforo o potássio o ferro e o sódio.

Adquirir o hábito de tomar o chá de cavalinha pode ser algo muito benéfico assim como de tomar uma série de outros chás como o de camomila de hortelã e o preto. A grande maioria traz benefícios à saúde quando tomados de forma terapêutica e são excelentes diuréticos.

O chá de cavalinha pode ser encontrado em supermercados e em feiras de rua. O plantio também pode ser uma boa opção até mesmo para quem mora em apartamentos. A planta é pequena e sobrevive bem à meia sombra além de ser bonita podendo também servir para a decoração de ambientes.

Compartilhar
Artigo anteriorSíndrome do Pânico
Próximo artigoEstimulantes: o que são? como atuam no corpo?

Deixe uma resposta