Cisto Renal

    0
    95

    O que é Cisto Renal?

    A doença consiste em um cisto que envolvido por uma bolsa como se fosse uma membrana é cheio de liquido e ar. Em resumo pode-se dizer que a doença é uma bolha que aumenta de tamanho no rim do paciente.

    Existem dois tipos de cisto o simples e também o complexo. São considerados cisto simples os que quando aumentam de tamanho são repletos de líquidos e apresentam solidez. O cisto renal simples não apresenta ao paciente risco de desencadear um câncer. Pacientes com mais de 60 anos geralmente possuem até quatro cistos em cada um dos rins.

    Os cistos considerados como complexos além de apresentar possibilidades de virar um tumor cancerígeno chamam a atenção por conta da lesão que desenvolve. É possível diferenciar entre o simples o complexo por meio de uma ultrassonografia.

    Porém se o caso for de cisto complexo outros exames serão necessários para identificar o problema.

    Os problemas nos rins podem ou não ter cura. Tudo depende das condições de saúde do paciente que vai definir a evolução do tratamento do órgão.

    Quando o rim não tem mais funcionamento o paciente pode optar pelo tratamento de diálise ou até encontrar um doador compatível que possa fazer a doação de um rim. Mas infelizmente essa possibilidade é bem complicada e boa parte dos pacientes que sofrem com problemas nos rins passam por diálise por muitos anos mas esse tratamento desgasta e tem muitas regras para o paciente.

    cisto renal

    Como se adquire

    A maioria dos pacientes desenvolve a doença do tipo simples que acontece geralmente após os 50 anos de idade e com o passar do tempo pode afetar os mais idosos entre os 60 anos.

    A motivação maior para o desenvolvimento dessa doença são as doenças crônicas que se acompanhada por pressão arterial no órgão pode desenvolver o liquido que se acumula no rim.

    O problema de insuficiência renal são responsáveis também pelo desencadeamento da doença.

    Ainda realizando hemodiálise o paciente pode desenvolver a doença o que aumenta ou diminui as chances de acordo com o perfil de casa paciente.

    Sintomas

    Em alguns casos o problema está na identificação da doença. Pode ser que os sintomas não apareçam o que auxilia na apuração e diagnostico.

    Há pacientes que sofrem de hemorragias e também de infecções. Após essa reação o problema é percebido pelo paciente e até pelos médicos.

    Dores na lombar são sintomas dessa doença.

    Os sintomas são desenvolvidos por pacientes geralmente acima dos 50 anos de idade e incluem pacientes que sofrem de hipertensão e problemas renais. Com isso alguns passam por tratamento de hemodiálise por muitos anos.

    Diagnóstico

    Como a doença apresenta dois tipos de cisto um exame deve ser realizado para identificar de que tipo de trata. Com a realização de uma tomografia computadorizada e também uma ressonância magnética o médico responsável já tem condições de avaliar e traçar o quadro clinica do paciente.

    Geralmente o exame mais solicitado pela medicina é a tomografia mas ambos possuem eficácia para o diagnostico da doença.

    A ultrassonografia também é considerada um exame auxiliar no intuito de identificar o tipo de cisto que o paciente possui.

    Depois do procedimento de identificação da doença é necessário partir ao processo de tratamento da doença.

    Como é feito o tratamento

    A doença é controlada por meio de medicamentos realização de exames para acompanhar os avanços do tratamento e em alguns casos alimentação balanceada que deve ser indicada e orientada pelo médico responsável.

    O intuito também é para que a doença não se desenvolva em outras como hipertensão ou até complicações com problemas vasculares.

    Evitar e controlar aos que já possuem os problemas com infecções urinárias fazem parte do processo de tratamento. Com isso é possível diminuir o liquido que fica dentro do cisto.

    Quando o cisto toma uma proporção muito grande é necessário que se faça um processo cirúrgico para remoção do mesmo. O processo não apresenta riscos e o paciente pode ter boa recuperação se seguir todas as orientações médicas com precisão.

    Como prevenir

    Como boa parte das doenças os cistos também podem ser evitados com o acompanhamento medico ideal.

    Se houver casos na família é interessante que se dê mais atenção a qualquer sinal que possa identificar problemas nos rins.

    O órgão é muito importante para o funcionamento completo e ideal do organismo e por isso preservar os rins é algo que protege a saúde em diversos aspectos evitando não só o cisto mas diversos problemas de saúde.

    Exames preventivos e orientação médica com relação a alimentação exercícios e qualidade de vida podem compor a lista de formas de prevenção.

    Deixe uma resposta