COB usará Macau como base de aclimatação para Pequim

    0
    29

    O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e as Confederações Olímpicas já definiram os locais e datas do período de aclimatação da delegação brasileira para os Jogos Olímpicos de Pequim 2008. Atletismo e natação as duas equipes mais numerosas da delegação farão os preparativos finais para a participação nos Jogos Olímpicos em Macau na costa sudeste da China.

    Macau foi escolhida por apresentar instalações esportivas boas e clima subtropical úmido parecido com o de Pequim. Outras equipes participarão do processo de aclimatação em alguns dos principais centros de referência em suas respectivas modalidades em países da Europa e Ásia.

    Os primeiros a desembarcar em Macau serão os nadadores da equipe brasileira no dia 24 de julho onde ficam até o dia 4 de agosto. O atletismo treinará do dia 1º ao dia 8 de agosto também na península. Como este período de aclimatação é descentralizado algumas Confederações optaram por outros centros de destaque internacional para a preparação final de suas equipes. O Japão será o local de treinamento para três modalidades: ginástica artística (de 22 de julho a 2 de agosto) vôlei de quadra (de 30 de julho a 5 de agosto) e judô (de 27 de julho a 7 de agosto).

    As equipes masculinas e femininas de handebol assim como as de taekwondo farão os últimos preparativos na Coréia do Sul. O handebol treinará no país entre os dias 30 de julho e 4 de agosto e o taekwondo entre os dias 4 e 15 de agosto. No hipismo as equipes de adestramento saltos e concurso completo de equitação (CCE) farão o “polimento” dos cavaleiros e dos animais na Europa com base em Aachen na Alemanha. As equipes farão treinamentos itinerantes na Alemanha Bélgica e França. Ao todo os cavaleiros do Brasil levarão 12 ou 13 cavalos para os Jogos Olímpicos. Os animais procedentes do Brasil deixarão o país em maio rumo à Ásia. Os outros animais partirão da Europa para Hong Kong onde serão disputadas as competições de hipismo dos Jogos Olímpicos. Como de praxe haverá uma quarentena no período que antecede a disputa olímpica.

    Os velejadores farão uma preparação descentralizada. Os barcos brasileiros sairão do Brasil em maio junto com os botes de apoio e de competição. Os barcos que se encontram na Europa na base brasileira do Lago Di Como na Itália desembarcam na China em junho. Os atletas treinarão em Quingdao sede da vela nos Jogos já no mês de junho e depois voltarão ao Brasil antes de retornarem definitivamente à China para a competição. Existe um outro grupo de velejadores que chegará à China no dia 20 de julho. Os barcos ficarão em uma Marina alugada e os atletas alojados em hotéis onde permanecerão até o dia 27 de julho quando abrirá a Vila Olímpica de Quingdao.

     

    Esta matéria foi produzida no site ativo.com

     

    Deixe uma resposta