Colesterol LDL

0
66
O que é colesterol LDL?

Esta substância vem chamando cada vez mais a atenção das pessoas. Muito se comenta hoje em dia dos perigos de um colesterol alto. É preciso realmente ficar de olho nos níveis para que uma série de problemas de saúde sejam prevenidos.

O colesterol é encontrado em todas as células do corpo humano. Esta substância possui um aspecto gorduroso e é fundamental para a formação da mielina das membranas celulares para a síntese de hormônios como o estrogênio e o testosterona para a digestão de alimentos para a produção da bile metabolização de vitaminas como a A a D a E e a K entre outras coisas.

Pode-se dizer que tal elemento possui duas origens uma exógena e outra endógena. Quando o colesterol é produzido pelo próprio organismo dizemos ser de origem endógena. Quando é algo adquirido possui origem exógena. Os alimentos são fontes de colesterol sendo que o fígado também sintetiza naturalmente uma grande parte para o corpo.

Devido ao aspecto gorduroso esta substância não consegue se dissolver na água. Para se locomover pelo organismo é necessário portanto um meio de transporte. Quem realiza esta função são as lipoproteínas produzidas pelo fígado. As mais importantes são a HDL a VLDL e a LDL. Estas siglas remetem a termos em inglês sendo que HDL significa “High density lipoprotein” VLDL significa “Very low density lipoprotein” e LDL significa “Low density lipoprotein”.

Como age a LDL?

O nível de colesterol é quem controla a produção das lipoproteínas. Quando ele é proveniente de gorduras trans ou de gorduras saturadas é a produção de VLDL e de LDL que é estimulada. Quando vem de gorduras insaturadas é a produção de HDL que é estimulada.

A LDL assim como a VLDL favorece o acumulo de colesterol em células promovendo com isto o entupimento de vasos e de artérias. Já a HDL faz um papel inverso ou seja retira a substância das células inclusive das placas arteriais. Popularmente a LDL é chamada de colesterol ruim enquanto que a HDL recebe o nome de colesterol bom.

Como diminuir o nível de colesterol ruim?

O nível elevado deste colesterol é extremamente prejudicial à saúde. Indivíduos ficam vulneráveis a desenvolver uma série de doenças coronárias principalmente caso façam parte de uma população conhecida como de risco.

Para diminuir estes índices é necessário estabelecer hábitos de vida saudáveis e melhorar a dieta. Alimentos ricos em gorduras prejudiciais precisam ser consumidos em menor quantidade quando não cortados de uma vez. Dentre estas comidas podemos destacar por exemplo as carnes gordurosas o bacon a manteiga a margarina o creme de leite as frituras e os biscoitos recheados.

A HDL pega o colesterol e leva para longe. Desta forma alimentos ricos em gorduras boas precisam ser consumidos pois estimulam a produção da lipoproteína. Podemos destacar por exemplo os peixes os óleos vegetais as sementes o azeite de oliva as frutas e as castanhas.

Por que diminuir o nível de LDL?

Esta lipoproteína favorece o acúmulo de colesterol nas células e facilita o entupimento de veias e de artérias. Ela recebe o nome de mau colesterol pois está relacionada a enfartes do miocárdio à arteriosclerose e a acidentes vasculares cerebrais (AVC) por exemplo.

O entupimento dos vasos deixa a pessoa predisposta a uma série de problemas de saúde alguns fulminantes. O alto nível não produz sintomas é preciso portanto ficar de olho no organismo. Todas as pessoas necessitam ter cuidado com a alimentação e praticar exercícios físicos. Além disto um médico deve ser regularmente consultado assim como exames precisam ser feitos com frequência de forma a manter o corpo melhor monitorado.

Indivíduos com idade avançada obesos portadores de diabetes de hipertensão fumantes ou que tenham histórico na família precisam tomar ainda mais cuidado. A LDL merece a devida atenção caso contrário sérios danos podem estar sendo causados.

O que fazer com o colesterol alto?

A má alimentação favorece a produção de lipoproteínas como a LDL e VLDL que promovem o acúmulo de colesterol e o entupimento de vasos e artérias. Um colesterol alto precisa ser revertido através de uma dieta equilibrada e rica em gorduras boas que levam à produção de HDL.

No entanto não é somente com a alimentação que se consegue reverter certos quadros. Mais de 75% do colesterol existente em nosso corpo é produzido pelo fígado sendo que uma condição pode ser geneticamente criada. Desta forma é necessário estimular a prática de atividades físicas já que movimentar o corpo promove a síntese de HDL. Pacientes com hábitos de vida errados podem vir até mesmo a necessitar de medicamentos para ajudar neste combate. Todo o esforço possível deve ser despendido pois os danos provocados pelo acúmulo são imensos.

Como funciona um exame para medição?

Atualmente é possível medir os níveis de colesterol e verificar a existência de problemas cardíacos através de testes realizados em conjunto. Exames de triglicerídeos de colesterol HDL de colesterol LDL e de colesterol devem fazer parte da rotina de todos os indivíduos principalmente dos enquadrados na população de risco.

Adultos com idade avançada fumantes obesos portadores de doenças cardíacas de hipertensão de diabetes ou com histórico na família precisam ter mais atenção. Recomenda-se fazer estes testes de 5 em 5 anos no máximo.

Para o procedimento é indicado um jejum de em média 12 horas caso contrário nem todos os testes poderão ser realizados corretamente. Os níveis podem variar um pouco dependendo do estado do paciente sendo que em crianças e adultos a interpretação é feita de forma diferente.

Crianças e adolescentes são submetidos aos testes quando parecem ser possíveis portadores de doenças cardíacas. Todos precisam fazer exames regularmente de forma a manter o corpo monitorado. Uma série de doenças pode ser evitada quando precocemente detectada. Um quadro perigoso pode ser revertido através de simples medidas portanto cuidar da saúde é fundamental. Uma dieta equilibrada e a prática de exercícios físicos são os maiores aliados que um indivíduo pode ter. É fácil ter qualidade de vida basta começar a se importar e a cuidar da saúde.

Deixe uma resposta