Como Escolher um Cuidador de idosos?

0
61
 O cuidador de idosos

O cuidador de idoso é uma pessoa com formação especial que pode se empregar para trabalhar na casa de uma pessoa idosa em alguma instituição de longa permanência para idosos ou ainda se oferecer para realizar serviços para pessoas idosas. Basicamente o cuidador de idosos é uma pessoa que cuida de pessoas idosas.

A velhice não é considerada uma doença no entanto é normal que com o passar dos anos algumas atividades se tornem mais difíceis de se realizar. O relacionamento com o meio muda e é importante ter a ajuda de alguém nessa fase de readaptação. Quando ocorre perda da saúde a situação fica ainda mais agravada pois o idoso pode ficar incapaz de realizar certas tarefas. O cuidador de idosos é quem oferece os cuidados especiais para que o idoso possa viver bem.

Existem duas categorias de cuidador de idosos: o cuidador informal e o formal. Na realidade é responsabilidade de algum membro da família cuidar do idoso entretanto nem sempre isso é possível. Nesses casos um cuidador de idoso pode ser contratado para tanto.

Cuidador formal e cuidador informal

A lei brasileira define como cuidador de idoso informal as pessoas que são membros da família do idoso que são amigos ou ainda que realizem o serviço como voluntariado sem receber salário.

No caso do cuidador formal a pessoa é um profissional contatado para tanto. Com isso sabe-se que ela recebeu um treinamento específico para cuidar do idoso e exerce uma atividade remunerada. O cuidador formal pode ser contratado para atuar na própria casa da família em instituições de longa permanência para idosos ou ainda para acompanhar a pessoa idosa em idas a clínicas ou hospitais por exemplo.

Qual é a melhor opção?

Na realidade as duas opções são válidas. Mas o cuidador informal geralmente realiza a função por carinho ou amor não tendo entretanto conhecimento técnicos para cuidar da pessoa idosa ao menos na grande maioria das vezes. O que ocorre é um desgaste tanto físico quanto emocional da pessoa que cuida por isso a melhor escolha pode ser contratar alguém especializado para realizar o serviço.

Contratar um cuidador de idosos formal pode ser uma melhor escolha pois o idoso estará nas mãos de uma pessoa que foi treinada para tanto. Ele tem o domínio de técnicas hospitalares e entende melhor o que se passa na cabeça da pessoa idosa. Da mesma forma em casos de emergência este cuidador estará mais apto a tomar rapidamente as medidas necessárias.

Quais as tarefas do cuidador formal?

O cuidador de idoso formal é responsável por ajudar nas atividades diárias quando não executar sozinho tais como higiene pessoal locomoção e alimentação. Ele também é o responsável por cuidar do vestuário do idoso assim como de sua aparência.

O cuidador de idoso deve escutar e estimular a conversa com o idoso. Da mesma forma deve incentivar passeios e atividades de lazer de forma a promover a sua inclusão social e de melhorar a saúde física e mental. Acompanhar o idoso em exames tratamentos e consultas é também uma das tarefas do cuidador de idosos. Além disso é o cuidador quem fica responsável por toda a medicação oral da pessoa idosa respeitando os horários e as doses prescritas pelo médico. O cuidador não pode no entanto aplicar injeções. Nesse caso é preciso um médico ou alguém da área de enfermagem.

Por fim o cuidador de idosos tem a responsabilidade de estimular a autossuficiência ou seja de estimular o idoso a realizar tarefas. O cuidador deve fazer com a pessoa idosa e não para a pessoa idosa as tarefas.

Cuidador de idosos: como escolher?

A função de cuidador de idoso formal é uma ocupação reconhecida pelo Ministério do Trabalho. A pessoa que trabalha em hospitais ou clínicas deverá ser contratada por regime de acordo com a CLT já a que for contratada para trabalhar em casa deverá ser contratada pela legislação de emprego doméstico.

Como cuidador de idoso não é reconhecido como profissão mas somente como ocupação os cursos de capacitação ainda não foram regulamentados. Por exemplo não existe uma carga horária mínima ou normas acerca das disciplinas. Desde 1998 entretanto a Secretaria de Assistência Social realiza o curso “O processo de cuidar do idoso”. Inúmeras organizações que oferecem cursos do tipo participam deste curso com a finalidade de determinar as diretrizes para a ocupação. Por isso estar atento às instituições que participam destes cursos pode ser uma boa ideia para escolher o cuidador de idoso.

Outra dica é conversar com profissionais da área da saúde de forma a verificar se eles não têm recomendações de cuidadores. Conversar com amigos e vizinhos também pode ajudar pois é fundamental ter indicações nesse caso. Evite contratar pessoas que não têm indicações ou que não pareçam adequadas ao cargo.

LEAVE A REPLY