Condromalacia

0
98
 O que é a condromalacia?

É uma enfermidade muito conhecida como síndrome da dor patelo-femoral ou como joelho de corredor. A condromalacia é uma doença crônica que promove a degeneração da cartilagem da patela e também dos côndilos femorais causando dor e desconforto em jovens e em adultos.

A condição pode afetar homens e mulheres de idades variadas. Ela é entretanto mais comumente diagnosticada em adultos que sejam corredores ciclistas e jogadores de modalidades diversas. O termo condromalacia remete a um joelho que já foi danificado enquanto que síndrome da dor patelo-femoral é um termo mais genérico e usado nos estágios iniciais da doença.

Existem atualmente 4 níveis de condromalacia. Estes foram estabelecidos de acordo com o estágio de estrago em que a cartilagem do joelho se encontra. A condromalacia de nível 1 demonstra apenas um amolecimento nas cartilagens e certos edemas. Já a de nível 2 demonstra fragmentações e fissuras na cartilagem com diâmetro médio menor a 13 cm.
O nível 3 apresenta fragmentações e fissura com diâmetro médio maior a 13 cm. Já o nível 4 demonstra perda completa da cartilagem ou erosão local inclusive com exposição do osso. Diante dos sintomas um médico necessita ser imediatamente procurado.

Sintomas da condromalacia

Os sintomas mais recorrentes quando da condromalacia são geralmente:

  • Dor no joelho principalmente ao subir escadas ao descer as movimentar-se muito e ao fazer esforços;
  • Dor atrás das paletas principalmente quando o joelho é dobrado;
  • Ardência no joelho ou dor quando este fica por muito tempo flexionado;
  • Crepitações e estalos normalmente audíveis;
  • Presença de edemas ou derrames intra-articulares.

Estes são apenas alguns dos indícios de condromalacia. Muitos outros podem estar presentes certos podem estar ausentes. É fundamental consultar um médico sempre que um incômodo ou dor for sentido. As causas da condromalacia ainda não estão muito bem definidas no entanto acredita-se que estejam ligadas a fatores histológicos a fatores anatômicos e a fatores fisiológicos. Realizar exames de rotina e consultar um médico regularmente é a melhor maneira de se prevenir desta e de outras doenças.

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico é geralmente feito através de exames como a ressonância magnética. Um cuidado exame físico também é realizado assim como raios-x entretanto é com a ressonância que se consegue uma maior certeza.

O tratamento da condromalacia possui como metas reduzir as dores e controlar a progressão da doença. Para tanto ele costuma ser dividido em duas modalidades uma conservadora e outra cirúrgica.

Antes de tudo o paciente necessita ajudar estabelecendo limites e cuidando da sua saúde. É fundamental evitar colocar os joelhos em situação de estresse assim como medicamentos costumam ser utilizados para auxiliar no combate à dor.

Quando o tratamento conservador não dá certo parte-se para o cirúrgico. Nestas situações também é visado o alívio da dor e o controle da progressão da doença entretanto de forma mais agressiva. As técnicas cirúrgicas envolvem a raspagem local e a colocação de próteses por exemplo variando muito de acordo com a idade do paciente e com o estado da condromalacia.

Compartilhar
Artigo anteriorFrieira
Próximo artigoDieta DUKAN

Deixe uma resposta