Dicas para quem ronca

0
36
O ronco

Ruído provocado por obstrução ou por estreitamento nas vias respiratórias o ronco pode incomodar muitas famílias e casais. É a passagem irregular do ar nesta região que leva à vibração das estruturas causando o som característico. O ronco pode ser um sintoma de alguma condição como a apneia obstrutiva do sono patologia que leva um adulto a ficar pelo menos 10 segundos sem respirar e uma criança pelo menos 3 segundos. No entanto o ronco também pode ser algo normal por exemplo uma consequência da posição em que se está dormindo.

Algumas das causas do ronco são: desvio do septo queixo retraído rinite sinusite obstruções nasais diversas palato mole pólipos no nariz e envelhecimento. Além disto existem fatores considerados de risco ou agravantes da condição como: dormir de costas fumar consumir bebidas alcoólicas comer muito antes de deitar refluxo uso de calmantes obesidade e estrutura do pescoço.

Dormir é muito bom no entanto quem ronca pode deixar a casa toda acordada. Até mesmo a pessoa pode ficar incomodada até porque a respiração tende a ficar dificultada. O ideal é consultar um médico para verificar o porquê do ronco e para descobrir a melhor maneira de tratar a condição. Somente um especialista é capaz de identificar exatamente a causa do problema e algumas vezes pode ser decorrente de algo mais grave como a apneia do sono. Portanto não deixe de consultar um médico.

Por enquanto para evitar problemas no relacionamento e principalmente problemas maiores de saúde separamos algumas medidas que podem ser  tomadas de forma a evitar a situação ou ao menos de amenizar as coisas. Confira 8 dicas para quem ronca.

Perca peso e consuma menos álcool

Apesar de sentirmos o ganho de peso mais na região do abdômen o pescoço também é uma área que sofre bastante com a deposição de gordura. Com isto a passagem do ar fica dificultada levando ao som característico. Pessoas com o peso ideal também podem roncar no entanto a condição é mais comum em obesos portanto perder peso pode ser uma boa ideia.

O álcool atua basicamente da mesma forma que os calmantes e remédios para dormir: ele relaxa a musculatura do corpo e acalma a mente. Durante o dia a sensação pode ser boa no entanto à noite a musculatura fica por demais relaxada já que naturalmente os músculos relaxam para pegarmos no sono. Uma musculatura na garganta relaxada em demasia pode provocar ronco portanto modere o consumo de álcool.

Descubra se tem apneia do sono e trate as alergias

Conforme mencionamos o ronco pode ser um sintoma da apneia do sono. Esta condição é caracterizada por uma queda na oxigenação do sangue devido ao estreitamento das vias aéreas o que leva à interrupção na respiração. Adultos pode ficar até mesmo 10 segundos sem respirar durante o sono já crianças cerca de 3 segundos. Caso a apneia do sono seja diagnosticada o ronco necessita de tratamento. Isto porque as oscilações de oxigênio no sangue são perigosas e podem levar a sérias complicações como um infarto por exemplo. Portanto vale a pena consultar um médico.

As alergias respiratórias são as maiores causadoras do ronco. A rinite alérgica por exemplo mantém o nariz frequentemente entupido o que leva ao ronco seja pelo esforço para respirar ou pela respiração pela boca. Neste caso portanto tratar a rinite alérgica pode ser a alternativa ideal para se livrar do problema.

Durma na posição adequada e use dilatador nasal

Dormir com a barriga para cima é a pior posição para quem ronca. Isto porque devido à ação da gravidade a língua tende a ir mais para trás provocando um estreitamento no local em que o ar passa levando a uma maior vibração dos tecidos na região. Dormir de lado ou de bruços é melhor para quem ronca pois a obstrução fica dificultada.

Da mesma forma fazer uso do dilatador nasal pode ajudar bastante a reduzir o ronco no entanto é uma medida paliativa e não um tratamento. Pessoas com a válvula nasal flácida especialmente podem ter bons resultados quando do uso do dilatador.

Trate o desvio do septo e alinhe os dentes

Duas das principais causas do ronco são também o desvio do septo e o alinhamento dos dentes. O desvio do septo é um problema anatômico que leva à obstrução nasal. A cirurgia é a única intervenção capaz de corrigir o desvio acabando definitivamente com o ronco portanto pode ser uma alternativa bem interessante para algumas pessoas.

Dentes desalinhados podem favorecer o ronco. Especialistas afirmam que uma arcada dentária diferente e o incorreto alinhamento dos dentes pode ser resultado da respiração pela boca. Quando o problema não é resolvido o ronco tende a piorar. Neste caso no entanto não basta buscar ajuda apenas de um dentista. O ideal é procurar por um médico otorrinolaringologista para resolver o problema na raiz.

Deixe uma resposta