Dislipidemia | Taxas de colesterol e Aterosclerose

    0
    47

    O que é Dislipidemia?

    Conhecida como dislipidemia hiperlipidemia ou hiperlipoproteinemia é uma doença que é caracterizada pelos níveis elevados de lipídios no sangue.

    Lipídios são células gordurosas que influenciam no metabolismo do organismo do paciente. Essa doença acomete boa parte da população e é uma doença propícia a desenvolver problemas cardiovasculares por conta do colesterol presente na aterosclerose.

    O colesterol presente em nosso organismo é fabricado pelo fígado e está presente na maioria dos alimentos que tem origem animal como carnes ovos manteiga queijos e etc.

    A doença acontece geralmente por maus hábitos de alimentação como o consumo exagerado de alimentos que contenham gordura saturada e gordura trans

    Pessoas sedentárias também estão mais propicias a desenvolver a doença. Pacientes que sofrem de obesidade e diabetes também podem desenvolver a dislipidemia.

    O colesterol é necessário no sangue sem ele não haveria possibilidades de levar uma vida normal. Porém é muito importante e necessário ressaltar que existe uma quantidade para manter o colesterol no sangue e em quantidade exagera afeta a saúde do paciente.

    O colesterol produzido pelo fígado corresponde a 70% do que mantém em nosso corpo e é por esse motivo que algumas pessoas que levam alimentação saudável e sem ingerir gordura possuem níveis elevados de colesterol.

    aterosclerose

    Como se adquire

    Os péssimos hábitos alimentares é a principal causa da doença que consiste pelo alto índice de colesterol no sangue.

    Pessoas que não realizam atividades físicas também estão propicias a desencadear a doença.

    Alguns alimentos que são ingeridos diariamente pelo paciente contribuem para o desenvolvimento da doença são eles: batata frita salsicha linguiça presunto e etc. São diversos os alimentos que possuem gordura que causa problemas de saúde.

    O bom é seguir uma dieta balanceada indicada por seu médico.

    Sintomas

    A doença pode não apresentar sintomas e por isso a melhor forma de encontrar o diagnostico dessa doença é com exames preventivos.

    Em alguns casos o paciente pode desenvolver arterosclerose acidente vascular cerebral AVC insuficiência vascular entre outros.

    Como a doença não apresenta dores e sintomas que possa fazer referência a doença é importante que as pessoas sempre realizem exames preventivos e tentem levar a vida dentro de hábitos saudáveis que possam garantir o bem estar e qualidade de vida das pessoas.

    Diagnóstico

    Para concluir diagnóstico da doença e seguir com tratamento é necessário realizar exames de sangue que possam mostrar a placa de ateromaquantidade de colesterol existente no sangue do paciente.

    Os exames de coleta de sangue são realizados em laboratórios e geralmente o paciente precisa manter jejum ao menos de oito horas mas todas as orientações devem ser repassadas pelo médico que coordena a apuração do problema

    Cada paciente apresenta limitações quanto o jejum e por isso o período de jejum para realizar o exame é indicado pelo médico que passará também todos os procedimentos preparatórios dos exames

    O paciente com dislipidemia precisa realizar também os testes de colesterol total LDL HDL e triglicerídeos.

    Identificado o problema o médico responsável pelo tratamento geralmente é o cardiologista e sabendo do problema já pode orientar o paciente sobre as formas de tratamento da doença.

    Como é feito o tratamento

    A medicina indica mudanças severas nos hábitos alimentares e da qualidade de vida. Alguns casos podem ser tratados também com medicamentos junto com a realização de atividades.

    Quem for fumante deve suspender a atividade de fumar além de paciente que são obesos devem iniciar imediatamente uma rigorosa dieta para perder o peso em excesso e tratar da doença.

    Atividades físicas devem ser executadas pelo paciente com dislipidemia que ajudam a manter a qualidade de vida além de condicionar o corpo vai ajudar o paciente a ter mais disposição e energia.

    Como prevenir

    Manter uma dieta longe gorduras e calorias além da prática de exercícios são formas saudáveis de prevenir a saúde contra essa doença.

    Diversos alimentos contribuem no desenvolvimento da doença e por isso devem ser evitados ou consumidos com cuidado e sem Dislipidemiaexcesso são eles: manteiga frituras pastéis queijo toucinho bacon molhos em geral entre outros.

    São muitos os alimentos que consumidos em excesso podem desencadear a doença e a dica não é abolir todos os eles do dia a dia mas manter o controle de tudo que se come para não exagerar.

    A dieta ideal deve ser indicada pelo médico assim como as atividades físicas que o paciente deve executar.

    Não é recomendado que o paciente faça exercícios sem instruções pode cada pessoa possui condições especificas e não pode fazer atividades que possam desgastar ou prejudicar a saúde. A intenção é que o paciente mantenha hábitos saudáveis e isso inclui a realização de atividades físicas mas não que seja algo que canse excessivamente a pessoa.

    Além de dieta e exercícios físicos é importante que as pessoas sempre façam exames periódicos preventivos que auxiliam em diagnósticos precoce de diversas doenças ajudando no tratamento precoce e melhores condições de recuperação.

    Deixe uma resposta