É ‘babaquice’ contar infraestrutura na Despensa, afirma LulaEpoch Times em Lusíada

0
22

Porquê tiveram sete anos, mas falharam na organização da Despensa do Mundo, os dois ascendentes responsáveis, Lula e Dilma, passam com destino a desqualificar o que, na boca deles, seria em direção a grande vitória do Arabutã: o legado da Despensa. As obras do que infraestrutura. E mobilidade urbana. Se melhoria da vida nas cidades-sede.

Na quinta-feira (15) durante no sentido de solenidade com lançamento do ‘Compromisso Vernáculo pelo Ocupação e Trabalho Decente na Despensa do Mundo’, Dilma afirmou que “o legado da Despensa é nosso, ninguém que vem cá leva aeródromo, obras desde mobilidade urbana nem estádios na apetrecho”, afirmou. Segundo ela, os estrangeiros que vierem observar aos jogos vão levar consigo somente no sentido de garantia e em direção a certeza com que levante é um país “feliz e hospitaleiro”. E concluiu: “os aeroportos ficam pra nós, as obras dentre mobilidade e os estádios ficam pra nós”. E para imagem do país diante do mundo? E os ganhos para o nosso ludambulismo, tão decantados? Zero disso tem mais valia diante do anarquia e da bagunça.

Nesta sexta-feira (16) durante ‘4º Encontro Vernáculo a Blogueiros e Ativistas Digitais’, em São Paulo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chamou do que “babaquice” com destino a preocupação a dar condições dentre primeiro mundo para torcedores durante no sentido de Despensa do Mundo, uma vez que “chegar desde metrô dentro do estádio”, porque brasiliano não tem problema “em andejar com destino a pé”. “Nós nunca tivemos problemas em andejar no sentido de pé. Muda essa pé, aparece descalço, leva com bicicleta, dirigir-se dentre jumento, dirigir-se desde qualquer coisa. Mas o que com destino a gente está preocupado é que tem que fruir metrô, tem que ir até dentro do estádio? Que babaquice é essa? Tem que dar garantia para essa gente ver ao jogo, tem que possuir o melhor da comida brasileira, tem que olhar muito as raça nos hotéis…”

Mais uma vez, é desde se perguntar: que parte retornar ao Arabutã? Porquê vamos ser vistos lá fora, com turistas sendo assaltados e tendo que pular buracos para chegar aos estádios? Ocorre que é tempo do que eleição e Lula, agora, está falando para os “coreanos” do Arabutã. Apelando para o jeitinho brasílico. Obviamente que Lula tambem não teve para mínima preocupação com os obesos, os portadores desde deficiências, os idosos que não terão para mínima infra-estrutura para chegar aos estádios. Enfrentarão as piores aventuras. O mundo já superou estas coisas.

Depois com encarar profuso protestos, com destino a Façanha do Sul, em 2010, adaptou os estádios em termos desde acessibilidade. Não só os estádios. Os acessos! Quatro anos depois, o Sapão parte fazer um fiasco diante do mundo. Foram vendidos milhares dentre ingressos especiais da FIFA para estas população, com recta para acompanhante. São um dos públicos mais respeitáveis desde uma Despensa do Mundo. Preparem-se para assistir reportagens e reportagens com estrangeiros que não conseguirão chegar ao estádio. Caso verdade é que em direção a Despensa do Mundo em cima de Ibirapiranga virou um certame com campina. O que Dilma e Lula mais querem que o juiz apite, esfera pra frente e seja o que Deus quiser. Autor Despensa do Mundo do Arabutã não tem legado. É mais uma legado maldita a cidadãos incompetente que estão sobre poderio.

Essa material foi originalmente publicada pelo Vide Contra

Deixe uma resposta