É uma pessoa com azar?

0
67

Azar, má sorte, infelicidade, maldição, … podemos dar vários nomes às coisas más que nos acontecem. Mas já pensou que, o facto de ser uma pessoa azarada só tem a ver consigo e com nenhum resultado do destino?

Como é que é possível uma pessoa ganhar a lotaria uma ou mais vezes e outra ser assaltada a cada cinco minutos? Situações destas fazem-nos pensar que algo transcendente comanda as nossas vidas e as oportunidades que nos são dadas. Ou seja, frequentemente atribuímos a sorte e o azar à pura obra do acaso mas, na verdade, existem vários factores que influenciam o nosso “estado de sorte”.

No seu livro intitulado Luck Factor ou Fator Sorte, em português, Richard Wiseman, psicólogo e professor universitário, explora porque é que algumas pessoas vivem vidas encantadoras, e desenvolve técnicas que permitem que os “azarados” melhorem no campo da sorte.

O estudo que demorou 10 anos a ser construído revela que, embora as pessoas azaradas não tenham quase noção nenhuma sobre as causas da sua boa e má sorte, os seus pensamentos e comportamentos são responsáveis por grande parte da sua fortuna. Ou seja, todos os talismãs, mezinhas, amuletos e superstições nada têm a ver com a sua boa e má sorte. Todos os dias, as pessoas deparam-se com o mesmo número de oportunidades, porém, a atitude negativa dos azarados vai certamente impedi-los de abandonar a zona de conforto, pensar positivo e tentar coisas novas que trarão mais sorte do que aquelas que habitualmente faz.

Wiseman acredita que é possível aumentar as possibilidades de ter sorte, através da mudança de comportamento: o estudo de personalidades concluiu que as pessoas azaradas são, na sua maioria, pessoas mais tensas e, a ansiedade impede a capacidade das pessoas de notar o inesperado e, consequentemente as oportunidades que podem surgir.

O estudo também revelou que as pessoas ditas de “sortudas” seguem, sem se dar conta, quatro princípios básicos que, se se considera azarado deve começar a seguir. Estas pessoas são hábeis a:
– Criar e identificar oportunidades casuais, que surgem no dia-a-dia. Nem todas as novas oportunidades apresentarão bons resultados, mas as probabilidades de ter boa sorte crescem quando arriscamos mais.
tomar boas decisões ouvindo a sua intuição: com esta atitude as pessoas avançam para as situações com maior confiança que é transmitida aos outros e mais bem recebida que o pessimismo; ter expectativas positivas para o que vai acontecer no futuro; adotar uma atitude resiliente que transforma as coisas más em coisas boas.

Concluindo, a razão do seu azar ou sorte apenas tem a ver consigo e com a sua capacidade de pensar positivo. Afinal, quem nunca ouviu dizer, “pensamentos positivos atraem coisas positivas.”

artigo do parceiro:

Compartilhar
Artigo anteriorÉ uma golden lady?
Próximo artigoÉ uma pessoa forte mentalmente?

Deixe uma resposta