É uma pessoa forte mentalmente?

0
57

De forma a atingir a resiliência mental que tanto se deseja é preciso ter em mente o que isto significa: um processo que muitas vezes é longo mas, em que o destino é compensador. Isto envolve lidar com tarefas difíceis, dando um passo de cada vez sem ficar sobrecarregado, e, também significa equilibrar pensamentos positivos e negativos de forma que não sejamos levados para um lado ou para o outro. É encontrar o ponto de equilíbrio, o ying e o yang.

– As pessoas mentalmente fortes usam o tempo sabiamente. Isto não quer dizer que pensem muito sobre o que vão fazer, planeando tudo à tarefa, estando mais relacionado com a questão da produtividade. Por isso, concentre-se naquilo que realmente quer, delineie objetivos e trabalhe para os alcançar. Quando o conseguir sentir-se-á melhor consigo mesmo e muito mais forte.

– Primeiramente é necessário encontrar motivação. Estar motivado para a concretização de um objetivo é uma grande ajuda: não será tão fácil deixar que a necessidade de gratificação instantânea ou a aprovação de outros interfira no que realmente se quer alcançar.

E, se não conseguir atingir aquilo a que me propus? – Assumir que se errou e que isso é natural irá ajudar a fortalecer a sua mente. Temos de perceber porque é que falhámos e voltar a tentar, não cometendo os mesmos erros, mas essencialmente, nunca desistindo. Desistir não faz parte do vocabulário de alguém forte mentalmente. Também devemos ter em mente que existem coisas que fogem ao nosso controlo e que não devemos assumir a responsabilidade de certas coisas correrem mal. Isto levaria qualquer um à loucura. É uma questão de ser otimista, mas também realista. Muitas vezes não encontramos o sucesso que desejávamos porque queremos fazer tudo sozinho. Lembre-se deste provérbio africano: “Se quiseres chegar rápido vai sozinho, se quiseres chegar longe vai acompanhado.” Saber pedir ajuda é uma virtude, assim como a paciência. As pessoas mentalmente fortes sabem que as recompensas raramente são imediatas, por isso aprenda a ser paciente com o mundo que o rodeia; além de que a impaciência só nos deixa frustrados e deprimidos.

– As emoções influenciam os pensamentos. Tome as melhores decisões possíveis, tentando equilibrar o lado emocional ao racional. Para isso, concentre-se naquilo que é bom, mas não deixe de aprender. Hoje em dia, com a rapidez da informação é fácil ficar desatualizado. Sentir-se-á mais forte se souber do que fala e do mundo em que vive.

– No fim, quando concretizar os seus sonhos, comemore os seus sucessos, mas não se esqueça de comemorar o dos outros também: deixe a inveja de lado e aprenda a dividir a felicidade. Quando partilhamos com os que nos rodeiam sentimo-nos melhor, ficamos mais otimistas e felizes e, afinal, não era este o objetivo?

artigo do parceiro:

Compartilhar
Artigo anteriorÉ uma pessoa com azar?
Próximo artigoÉ viciada em estética?

Deixe uma resposta