ECZEMA

    0
    70

    O que é eczema?

    É um processo inflamatório da pele crônico caracterizado por provocar lesões avermelhadas que na maioria das vezes descamam. Estas lesões causam coceira e acometem tanto crianças quanto jovens e adultos. Não há restrição em regiões do globo terrestre nem preferência por certas culturas.

    Em crianças pequenas é uma disfunção que geralmente atinge a face. Já em pessoas mais velhas são as dobras dos cotovelos e dos joelhos os locais mais agredidos. Não se sabe exatamente as causas que levam ao eczema porém sabe-se que há certa predisposição genética para tanto. O histórico familiar influi e outros fatores são desencadeantes de crises como alterações de temperaturas e substâncias irritantes.

    O eczema apesar de prevalecer em alguns locais pode acometer o corpo como um todo. Na maioria das vezes o indivíduo permanece com a doença para o resto da vida podendo apenas controlar as lesões e amenizar os sintomas porém certas pessoas conseguem melhoras significativas durante a adolescência.

    Diante dos sintomas é importante consultar um médico para que ele possa avaliar a situação. Caso seja realmente um problema de eczema o tratamento mais adequado será indicado a fim de conter as complicações e de minimizar os sintomas.

    eczema infecção de pele

    Agente causador

    As causas do eczema ainda não estão totalmente esclarecidas. O fator genético influi bastante e outras situações ajudam a desencadear o processo. Substâncias irritantes como conservantes e poeira de residências tecidos feitos à base de lã e até mesmo sintéticos estresse emocional frio muito intenso ambientes secos e a transpiração por exemplo são alguns destes gatilhos.

    Pessoas predispostas dentro destas condições acabam sofrendo com a inflamação da pele e com o surgimento das lesões. Certos casos são mais controláveis que outros. Muitas pessoas necessitam aprender a conviver com as situações desencadeantes. O devido tratamento pode ajudar a espaçar as crises e a minimizar os efeitos destas.

    Como se descobre a doença (diagnóstico)

    Os eczemas podem ser divididos em atópicos ou de contato. É importante estabelecer um diagnóstico diferencial para que o tratamento seja o mais efetivo possível. Os atópicos possuem origem hereditária e frequentemente estão associados a doenças como asma e rinite. Já os de contato também acometem pessoas já predispostas porém a causa está relacionada a agentes externos. As lesões provocadas por ambos os tipos possuem algumas diferenças assim como as manifestações clínicas já que as áreas afetadas costumam ser diferentes.

    Diante das lesões o médico fará uma cuidadosa análise física do paciente. Conversará com ele em busca de informações sobre a família e sobre outras doenças recentes. Os hábitos de vida da pessoa também podem influenciar bastante portanto é bom ser investigado. Não existem exames específicos para se descobrir a causa dos eczemas. Quando houver alguma suspeita o médico pode solicitar exames complementares para que o diagnóstico correto seja estabelecido.

    Grande parte dos eczemas não costuma provocar muitas complicações porém o tratamento é fundamental para o controle das lesões e para que os efeitos sejam minimizados. O processo costuma ser simples e fácil entretanto pode não haver uma cura definitiva. Muitas pessoas têm de aprender a conviver com os sinais para o resto da vida.

    eczema

    Sintomas

    Dependendo da idade do paciente os sintomas tendem a escolher certas regiões do corpo para se manifestarem. Em crianças as bochechas o queixo os braços a barriga e as costas são os locais mais afetados pelas lesões. Já em adultos há uma preferência pelas pálpebras mãos punhos cotovelos pescoço e joelho. Apesar destes indicativos a doença pode entretanto atingir praticamente qualquer parte do corpo.

    Os sinais que indicam a presença de eczema são:

    • Vermelhidão local;
    • Coceira;
    • Descamação de feridas;
    • Ressecamento da pele;
    • Formação de pus.

    Diante destes sintomas é importante buscar por ajuda médica. O tratamento é simples e rápido. As melhoras costumam ser significativas porém os gatilhos de crise podem continuar agindo para o restante da vida. Todas as lesões devem ser tratadas para que não haja transtornos futuros. Portanto não hesite em procurar por um profissional.

    Prevenção

    Como o fator hereditário influi bastante em alguns casos não há muito o que se fazer. Estas pessoas que são predispostas devem ficar atentas às situações que servem de desencadeantes de crises para que as mesmas possam ser evitadas ou melhores controladas.

    As substâncias irritantes devem ser descobertas para que possam ser evitadas. Em alguns casos podem ser medicamentos já em outros alimentos diversos. É preciso descobrir o que causa as crises e cortar do dia a dia. Alguns cremes hidratantes também podem causar reações alérgicas. Banhos muito quentes devem ser evitados assim como sabonetes que não sejam neutros.

    Não se deve coçar a área acometida durante uma crise isto agrava o estado das lesões e pode provocar dor na região. Álcool gel deve ser usado com parcimônia pois danifica a pele quando do uso muito frequente. Caso a alergia tenha relação com poeira passar um pano molhado sobre o chão pode ajudar a controlar a situação. O estresse precisa ser evitado adquirir o hábito de praticar atividades que deem prazer é fundamental para uma vida saudável. Aconselha-se também preferir roupas de algodão às de tecido sintético ou à base de lã.

    eczema atópica

    Tratamento

    Os cuidados básicos com a pele devem ser adotados. Banhos rápidos e não muito quentes precisam ser tomados apara ajudar a amenizar os sintomas. Sabonetes neutros devem ser utilizados assim como cremes hidratantes em específico.

    Medicamentos de uso tópico com corticoides costumam ser receitados. Em alguns casos anti-histamínicos ou imunossupressores. Caso haja infecção com bactérias é indicado o uso de antibióticos porém na maioria das vezes os cremes de uso tópico e bons hábitos de higiene já são o suficiente.

    Diante de qualquer sintoma consulte um médico para que ele possa avaliar a situação e excluir complicações mais graves. Alguns sinais podem ser indícios de outras doenças mais severas portanto é imprescindível que se converse com um profissional sempre que algo de estranho estiver acontecendo com o corpo. Cuide bem da sua saúde e realize exames de rotina. Consulte um médico periodicamente para manter o organismo monitorado.

    Deixe uma resposta