Estrófulo | Alergia a Insetos

    0
    70

    O que é estrófulo?

    É uma reação alérgica à picada de insetos como pulgas ou mosquitos. A condição é bastante frequente na infância principalmente em crianças que possuem cães ou gatos infetados com pulgas.

    Após o contato com o inseto surgem pápulas avermelhadas na pele e pequenas bolhas. Estas tendem a coçar bastante e acometem especialmente as regiões mais expostas como os braços e as pernas podendo no entanto espalhar para outras áreas como a face e o tronco.

    Mesmo não ocorrendo nova picada de inseto pode haver a ocorrência de novas lesões. As pápulas e bolhas costumam permanecer por em média alguns dias sendo necessário consultar um médico diante dos primeiros sintomas para a confirmação do diagnóstico. O tratamento envolve basicamente o uso de medicamentos anti-histamínicos e corticosteroides.

    Como se adquire

    O estrófulo é uma reação alérgica a picadas de insetos do gênero pulex como pulgas e mosquitos. Uma pessoa predisposta a tanto com a imunidade um pouco baixa e em contato com estes insetos acaba desenvolvendo a condição.

    A grande maioria dos casos ocorre em crianças e durante o verão época de maior incidência destes insetos e de maior exposição a eles. Tanto o sexo masculino quanto o feminino estão vulneráveis à condição sendo esta uma doença bastante comum.

    Sintomas

    Após a picada surgem pequenas pápulas ou lesões elevadas na região acometida. Estas são avermelhadas e vêm acompanhadas de bolhas que evoluem durante em média duas semanas. As áreas mais comumente afetadas são as regiões que ficam expostas como os braços e as pernas. No entanto mesmo não havendo novas picadas novas lesões podem surgir e espalhar para outros locais como a face e o tronco.estrofulo - picada de inseto

    A coceira é intensa e o ato de coçar acaba rompendo muitas das vesículas deixando feridas com crostas amareladas ou sangue coagulado. Caso a condição não receba o devido tratamento há risco de infecção bacteriana secundária. Para que o tratamento seja o mais efetivo possível é fundamental consultar um médico.

    Diagnóstico

    O aspecto das lesões do estrófulo é bastante característico. Assim que os primeiros sinais surgirem é importante consultar um profissional que geralmente conseguirá diagnosticar o paciente através de um cuidadoso exame clínico.

    Para a confirmação do caso uma conversa com o paciente pode ajudar pois na grande maioria das vezes indivíduos alérgicos a picadas já possuem um histórico de antecedentes alérgicos. Apesar de raro um exame complementar pode ser solicitado. Este costuma envolver entre outras coisas biópsia da pele acometida para um exame da lesão.

    Assim que o diagnóstico for estabelecido é importante dar início ao tratamento. O estrófulo é uma condição bastante comum no entanto é fundamental que se determine exatamente a causa das lesões e que estas sejam devidamente tratadas para evitar transtornos futuros como infecções bacterianas e deformações de pele. Portanto não hesite em procurar por um profissional.

    Como é feito o tratamento

    O tratamento do estrófulo envolve basicamente o controle dos sintomas e a reversão da reação alérgica. As lesões tendem a provocar muita coceira no entanto é importante não coçar já que vesículas podem estourar e machucados permanentes se formarem na pele. Além disto estes machucados podem infeccionar piorando ainda mais o quadro. Portanto é fundamental tomar medicamentos anti-histamínicos de forma a controlar a coceira.

    A hipersensibilidade à picada gera inflamação no local acometido por isto é também bastante comum o tratamento envolver o uso de corticosteroides de forma a controlar esta inflamação. Indivíduos que tenham tido estrófulo um dia precisam aprender a lidar com a situação e algumas medidas preventivas para evitar nova reação alérgica.

    Como prevenir

    Depois de uma reação alérgica à picada de insetos a pessoa deve tomar alguns cuidados de forma a evitar novas lesões. Durante o verão ficamos mais ao ar livre e em contato com insetos e outros bichos. Neste período a atenção deve ser redobrada para que transtornos futuros sejam evitados. Lembre-se portanto de sempre fazer uso de repelentes ao sair de casa seja no verão ou no inverno. Além disso animais como cães e gatos costumam carregar bastante pulgas quando não cuidados por isto cuide bem do seu bichinho de estimação e mantenha bons hábitos de higiene.

    Caso seja possível instale mosquiteiros e redes nas janelas e portas de sua casa seja esta no campo na cidade ou na praia. Utilizar inseticidas também é uma boa opção entretanto tome bastante cuidado na hora da aplicação. Uma alternativa interessante é a tentativa de reverter a sensibilidade a picadas de insetos. Isto pode ser feito com a ajuda de profissionais através por exemplo de vacinas contra os insetos mais comumente envolvidos na causa do estrófulo.

    Além destas medidas preventivas é fundamental também consultar um médico periodicamente e realizar exames de rotina de forma a manter o corpo monitorado e o organismo o mais protegido possível. A grande maioria das condições pode ser melhor tratada quando precocemente detectada.

    Deixe uma resposta