Exame lipase

    0
    138

    O que é lipase?

    É uma enzima que participa do processo de digestão agindo sobre os lipídios. A lipase catalisa as reações químicas das moléculas e é produzida especialmente no pâncreas. Quando este órgão libera lipases no intestino delgado as gorduras ou lipídeos começam a se transformar em glicerol e em ácidos graxos.

    As lipases também são geralmente utilizadas no processo de fabricação de sabão em pó já que atuam efetivamente na remoção de manchas de gordura. Elas também são usadas em tratamentos de efluentes industriais que contenham carga orgânica como no caso dos efluentes aviários e de laticínios.

    A avaliação das lipases é fundamental para a verificação de agressões pancreáticas. Geralmente diante de patologias que acometam o pâncreas o nível de lipase se altera e provoca uma série de complicações sendo fundamental a realização do exame de lipase para a boa manutenção da saúde. Um nível elevado de lipase pode significar por exemplo pancreatite aguda câncer pancreático hemorragias afecções hepáticas e gastroenterite viral. Já um nível diminuído de lipase pode significar infecções ou tuberculose por exemplo.

    Exame de lipase

    Este exame é realizado a partir da coleta do sangue venoso de uma pessoa para a medição da lipase enzima produzida especialmente no pâncreas quelipase pancreas atua no processo de digestão de gorduras.

    O exame de lipase é normalmente solicitado quando de suspeitas de condições que estejam afetando o pâncreas ou quando de sintomas relacionados ao excesso ou falta de lipase no corpo humano. Na grande maioria das vezes ele é solicitado em conjunto com o teste de amilase.

    O nível de amilase no sangue é outro indicativo de possíveis doenças pancreáticas no entanto ele não é muito específico pois outras condições não necessariamente que envolvam o pâncreas podem levar a alterações neste nível. Portanto avaliar em conjunto o nível de lipase e de amilase é indicado para que condições pancreáticas possam ser incluídas ou excluídas de diagnósticos.

    Quando é indicado

    O exame de lipase é fundamental para o diagnóstico e para o monitoramento de patologias pancreáticas. Ele é indicado portanto em casos de suspeita de pancreatite aguda ou seja inflamação do pâncreas e em casos de pancreatite crônica assim com diante de suspeitas de outras patologias que possam acometer o órgão.

    Pacientes com sintomas de disfunção na produção da enzima são normalmente submetidos ao exame de lipase. Dores abdominais perda do apetite febre e náuseas são alguns dos sintomas característicos da disfunção de lipase.

    O exame de lipase também pode ser solicitado para o acompanhamento de condições que estejam acometendo o pâncreas de forma a monitorar a eficácia do tratamento e de determinar quando necessário outras abordagens para o mesmo.

    Como funciona

    A lipase é uma enzima digestiva produzida especialmente no pâncreas. Ela é transportada pelo ducto pancreático ao duodeno de forma a ajudar na digestão das gorduras. A lipase geralmente está presente ainda que em pequenas quantidades no sangue humano. Por isso para o exame de lipase é colhida uma amostra de sangue de uma veia do antebraço.

    Em casos de lesões em células pancreáticas ou em casos de bloqueio do ducto pancreático a quantidade de lipase no sangue altera portanto é através da medição do nível de lipase através deste exame de sangue que se pode detectar uma série de condições pancreáticas e monitorar as mesmas.

    Aumentos significativos no nível de lipase são geralmente considerados alarmantes quando são três vezes ou mais superiores ao limite. O valor de referência é de até 60 U/L. Alguns medicamentos também podem levar a alterações neste valor portanto os resultados devem ser avaliados com cuidado e por pessoas profissionais. Além disto recomenda-se realizar uma segunda dosagem de lipase antes de se estabelecer um diagnóstico definitivo de forma a evitar problemas e de dar início ao tratamento mais adequado.

    resultado lipase amilase

    Resultados

    Em situações de pancreatite aguda os níveis de lipase ficam quase sempre elevados cerca de cinco a dez vezes mais do que o normal. A concentração de lipase também pode mudar devido a alguma alteração no ducto pancreático ou devido a um cancro no pâncreas.

    De uma forma geral pode-se dizer que valores aumentados de lipase estão relacionados à pancreatite aguda a câncer pancreático a hemorragias a afecções hepáticas gastroenterite viral colecistite hemodiálises hemorragias intracranianas úlceras duodenais e cirrose hepática.

    Já valores diminuídos de lipase podem significar entre outras coisas tuberculose e doenças infecciosas. Além disto durante a gravidez especialmente no final da gestação algumas mulheres podem apresentar diminuição no nível de lipase. Este tende a voltar ao normal logo após a recuperação do parto não sendo considerado algo alarmante.

    Diante dos resultados o médico pode determinar outros exames ou a repetição do mesmo após certo período. Depois de determinado o diagnóstico um tratamento adequado deve ter início sendo que dependendo do motivo das alterações no nível de lipase certas medidas serão adotadas.

    NO COMMENTS

    LEAVE A REPLY