Febre Reumática

    0
    115

    O que é febre reumática?

    É uma complicação proveniente de uma infecção causada pelo estreptococo β-hemolítico de Lancefield. Apesar de estar praticamente extinta em países desenvolvidos a febre reumática ainda provoca inflamação nos órgãos de diversas pessoas em locais em desenvolvimento.

    No Brasil é uma das cardiopatias crônicas mais adquiridas por indivíduos com idade menor aos 20 anos e é a responsável pela a morte de muitos deles. Populações carentes e com baixa renda são as mais afetadas. Pode acometer pessoas de ambos os sexos porém há uma leve maior incidência em mulheres. É difícil ocorrer um primeiro surto após os 25 anos de idade sendo mais provável deste se manifestar até os 15 anos.

    febre reumaticaSua patogenia ainda não está definitivamente esclarecida apesar de ser uma enfermidade há tempos conhecida. A febre reumática é sempre decorrente de uma infecção estreptocócica de orofaringe. Porém não são todos os casos que levam ao desenvolvimento desta doença. Fatores genéticos influem bastante assim como o estado de saúde da pessoa acometida.

    Diante dos primeiros sintomas um médico deve ser logo procurado já que as sequelas são terríveis e há risco grande de morte. Quanto antes à enfermidade for diagnosticada mais eficaz será o tratamento. Caso a febre atinja o coração esta pode adquirir contornos ainda mais graves.

    Agente causador

    Esta é uma complicação causada devido a infecções como faringites ou amigdalites. Quando não tratadas estas infecções podem não terem sanado como o suposto por isto é tão importante uma consulta ao médico e a utilização de antibióticos.

    O que ocorre é que após certo tempo a amigdalite ou a faringite por exemplo podem acabar suprimidas pela força do sistema imunológico. A infecção é controlada entretanto a bactéria Streptococcus pyogenes é constituída de uma proteína muito parecida com uma outra que existe em diferentes tecidos do nosso corpo incluindo nos tecidos das válvulas cardíacas do sistema nervoso e das articulações. Desta forma ao lutar contra a bactéria o organismo pode acabar lutando também contra estes tecidos levando-os à destruição e provocando a febre reumática.

    febre reumatica crianças

    Como se descobre a doença (diagnóstico)

    Os sintomas da febre reumática são terríveis e facilmente notáveis. Logo após o surgimento dos primeiros indícios as pessoas tendem a procurar por auxílio médico. Exames clínicos e uma conversa com o paciente sobre seu histórico de vida fazem com que o médico suspeite de febre reumática. Infecções recentes de garganta ou das amígdalas contribuem ainda mais neste sentido.

    Para a confirmação do diagnóstico o profissional pode se valer de cultura de material da orofaringe e também da pesquisa de anticorpos com o intuito de localizar o estreptococo. Exames de sangue costumam apresentar também resultados satisfatórios. Caso haja a suspeita de problemas no coração o médico geralmente solicita a realização de raios-x do tórax de eletrocardiogramas ou ecocardiogramas. Após a certeza do diagnóstico o tratamento deve ter início o quanto antes. A febre reumática pode atingir importantes tecidos do corpo humano e deixar órgãos diversos lesionados portanto diante de qualquer um dos sintomas que serão descritos abaixo não hesite em procurar por auxílio médico.

    Sintomas

    De um modo geral cerca de 7 a 15 dias após uma infecção de faringe ou de amígdalas a febre reumática pode aparecer. Não são todas as infecções que progridem para este quadro entretanto caso estas não recebam o devido acompanhamento médico e tratamento as chances ficam aumentadas.

    O primeiro indício é uma febre alta. Esta pode vir acompanhada de sintomas como:

    • Inflamação das articulações;
    • Inchaço;
    • Vermelhidão e calor local;
    • Dor intensa.

    Grande parte dos pacientes sofre de poliartrite uma artrite generalizada que acomete diferentes articulações. Caso a febre reumática atinja o coração sintomas como os relacionados abaixo podem aparecer:

    • Dor torácica;
    • Cansaço extremo;
    • Sopro no coração.

    Ao acometer o sistema nervoso central esta enfermidade pode ainda provocar movimentos involuntários de pernas braços e da cabeça alterações no discurso e fraqueza nos músculos. Nódulos subcutâneos também podem surgir assim como eritemas. Estes são avermelhados e ficam mais evidentes em temperaturas altas. Já os nódulos são indolores duros e tendem a desaparecer após cerca de um mês.

    Prevenção

    A principal medida preventiva talvez seja o devido tratamento de infecções bacterianas como as amigdalites e as faringites. Estas precisam receber acompanhamento médico e a bactéria deve ser extinta via antibióticos para que o sistema imunológico não comece a atacar os tecidos. Mesmo após o desaparecimento dos sintomas é preciso seguir à risca as orientações do médico durante o tratamento destas infecções especialmente se o doente for jovem.

    Uma espécie de prevenção secundária pode ser feita por pessoas que já apresentaram algum caso de febre reumática. Para tanto é recomendado que se faça uso de antibióticos até completar os 21 anos de idade ou até completar 5 ou 10 anos da primeira crise. Indivíduos que ficaram com o coração comprometido após uma febre reumática devem utilizar estes antibióticos por um período ainda mais prolongado de forma a evitar quadros piores da enfermidade.

    Tratamento

    A melhor forma de tratamento neste caso é a prevenção através dos devidos cuidados quando diante de alguma infecção bacteriana na garganta ou amígdalas por exemplo. O estreptococo precisa ser totalmente combatido com o uso de antibióticos específicos. Diante de qualquer sinal que o seu corpo estiver lhe enviando não hesite em procurar pela ajuda de um profissional pois simples sintomas podem ser indícios de algo muito mais grave. Nunca realize automedicações. O uso indevido de fármacos pode piorar o seu estado e ainda gerar outras complicações.

    A febre reumática costuma ser curada com muito repouso e uso de antibióticos. Seus sintomas são amenizados através de anti-inflamatórios e de analgésicos. Caso o coração tenha sido comprometido o tratamento será mais agressivo podendo até mesmo haver necessidade de cirurgias. Não deixe de procurar por um médico. Esta enfermidade pode deixar sequelas terríveis e levar à morte. A bactéria precisa ser combatida para que novas infecções não venham a ocorrer. Para tanto o paciente precisa receber as devidas orientações médicas e seguir o tratamento à risca.

    Deixe uma resposta