FLEBOTOMIA

0
1052

Procedimento Flebotomia

Flebotomia é um nome dado a duas práticas distintas. Uma para remoção de sangue e outra para inserção de um cateter. Neste artigo vamos falar um pouco a respeito da flebotomia considerando os seguintes tópicos:

  • O que é flebotomia;
  • Como é cada procedimento;
  • Quando são indicados;
  • Orientações para a flebotomia.

O que é flebotomia?

Este um nome que no Brasil está vinculado a duas práticas diferentes. Uma destas práticas é algo muito parecido com a sangria. Antigamente por volta de 2.000 a.C. a sangria era um método utilizado para a cura de diversas doenças. Os babilônios por exemplo acreditavam que ao se retirar parte do sangue de alguém a doença iria embora. Este método foi utilizado durante muito tempo. Mais ou menos até o final do século XIX.

flebotomia

Hoje em dia sabe-se entretanto que a sangria não é um método eficiente para a cura de qualquer doença. Porém caso seja alguma complicação relacionada ao sangue da pessoa pode ser um procedimento realizado neste sentido. A sangria terapêutica muitas vezes chamada de flebotomia é bastante utilizada hoje em dia sendo inclusive praticada nos melhores laboratórios e hospitais do Brasil.

Flebotomia também é um nome dado a outro procedimento muitas vezes chamado de punção venosa. Neste caso ocorre a incisão de um cateter em uma veia para realização de procedimentos diversos.

Como é cada procedimento?

A sangria terapêutica ou flebotomia é realizada através de um sistema estéril constituído de bolsa e agulha que coleta o sangue da pessoa. É muito parecido com um exame de sangue. O paciente comparece a um banco de sangue é analisado e então dá-se início ao processo. Durante a flebotomia é retirado cerca de 500ml de sangue o que pode variar bastante de acordo com a condição do paciente. O volume equivalente de sangue é reposto por soro fisiológico. A diferença entre uma sangria terapêutica e um exame de sangue está no fato de que o sangue retirado não é submetido à análise. Após a coleta este é totalmente desprezado.

Já a punção venosa também chamada de flebotomia é um procedimento cirúrgico no qual um cateter é inserido em uma veia para que através deste fluídos possam ser injetados ou drenados. Este método também permite a manipulação de instrumentos cirúrgicos e á algo utilizado no exame de cateterismo por exemplo.

Quando são indicados?

sangria flebotomiaA sangria terapêutica é um método utilizado por exemplo quando as pessoas apresentam alguma disfunção no sangue. Excesso de ferro ou de hemácias podem causar transtornos de saúde. É portanto indicado em casos de hemocromatose doença causada pelo excesso de ferro no organismo de policitemia vera quando há entre outras coias a multiplicação anormal de hemácias leucócitos e plaquetas e em casos de porfíria cutânea tarda quando há dificuldade na produção de hemácias por exemplo.

A punção venosa é realizada quando há necessidade de intervenções no coração diagnósticos de pacientes administração de medicamentos em pessoas que possuem veias de difícil acesso drenagem de líquidos ou manipulação de instrumentos cirúrgicos em locais complicados. Pessoas vítimas de traumas ou situações de emergência também podem ser fatores para a realização do método.

Orientações para a flebotomia

No caso de uma sangria terapêutica pode ocorrer do paciente apresentar sintomas como náuseas sudorese palidez e até mesmo desmaios. Em casos mais graves espasmos musculares e convulsões. Deve-se ficar atento às condições da pessoa e ao motivo pelo qual a flebotomia está sendo realizada.

Dependendo do caso ela pode ser feita em ambulatório e com frequência regular. Após a coleta o local deve ser pressionado levemente e um curativo simples é feito no paciente. Este deve ficar sob cuidados médicos até 1 hora após o termino do procedimento.

Na punção venosa um local é escolhido para a inserção do cateter. Após isto o paciente é informado da decisão e levado ao centro cirúrgico. Ele é posto deitado com o membro escolhido levantado. Faz-se a antissepsia do local e dá-se início ao procedimento. Ao final o paciente deve repousar e não realizar esforços no local com os pontos. O curativo deve ser trocado diariamente e sempre que estiver úmido. Os pontos são retirados cerca de 8 dias após a incisão do cateter. Não costuma ser um método dolorido.

LEAVE A REPLY