Grávida pode comer Bife de Fígado?

0
390
 O excesso de Vitamina A do alimento é prejudicial

A gravidez é um período mais do que especial. Há expectativas de uma nova vida ou seja é uma fase que funciona como um verdadeiro divisor de águas nos rumos da mulher. Durante os nove meses da espera do bebê muitas dúvidas estão em jogo afinal quais os medicamentos podem ser utilizados e como distinguir os alimentos saudáveis dos que não são? Nessa escolha alimentar uma dúvida é muito frequente: o fígado pode ser consumido por grávidas?

As futuras mamães que gostam do bife de fígado deverão esperar um pouquinho pois o consumo do alimento é nocivo durante o período da gravidez. Embora seja muito nutritivo pois estão todas vitaminas inclusas ele contém colesterol e excesso de vitamina A. Esse nutriente é importante para a grávida pois ajuda a fortalecer o sistema imunológico mas a grande quantidade dele poderá provocar a má formação do feto. Como esse excesso está no fígado a carne deverá ser eliminada do cardápio das grávidas.

Comer bem é essencial à saúde das gestantes

A alimentação saudável é indispensável à saúde humana em qualquer fase da vida. Comer bem no período da gestação é ainda mais importantes pois é um momento de constantes alterações no corpo da mulher em virtude das oscilações hormonais e mudanças abruptas no metabolismo e sistema imunológico que muitas vezes provocam incômodos e algumas doenças. É claro que se a grávida alimentar-se de maneira adequada o organismo estará protegido e a mulher terá plenas condições de aguardar os nove meses com muito mais conforto.

É determinante ter disciplina e cautelas no período da gestação. Não faltar às consultas no pré-natal e seguir as recomendações médicas é muito útil principalmente no que diz respeito a comidas. A grávida sentirá aquele desejo por batatinhas fritas hambúrgueres e sorvetes e uma vez ou outra estes alimentos até podem ser apreciados mas que fique bem claro: uma vez ou outra. Enlatados fast foods congelados são pobres em nutrientes capaz de prover qualidade de vida à mãe e ao bebê e também em muitos casos contém grande quantidade de sódio colesterol e outros elementos nocivos.

Conheça alguns hábitos saudáveis na gestação

Como fora explicado não é necessário privar-se de certas delícias hipercalóricas na gravidez. Então não é preciso faltar àquela festa de aniversário e deixar de comer brigadeiros docinhos de coco e aquele delicioso pedaço de bolo mas a palavra de ordem é: moderação. É preciso entender que agora há um bebê sendo gerado e aí nasce a responsabilidade de ingerir alimentos frescos e saudáveis.

Além da alimentação a grávida deverá fazer algumas mudanças no estilo de vida para que o bebê possa nascer com o peso ideal e longe de doenças. Estes são alguns hábitos que deverão ser priorizados.

Não comer mais do que deveria – Ok na gestação come-se por duas pessoas. Os nutrientes dos alimentos ingeridos serão absorvidos pela mãe e pelo bebê mas isso não necessariamente significa que é preciso comer em excesso. Pelo contrário o exagero pode provocar desconforto estomacal e até agravar outros problemas de saúde. Alimente-se de maneira regular e responsável.

Beber bastante líquido – É importante beber entre dois e três litros de água por dia. A água é essencial para manter a temperatura regular do corpo transportar nutrientes e garantir a hidratação necessária.

Praticar exercícios regularmente – Não dar espaço à preguiça e ao sedentarismo é um dos meios para a vida saudável. Atividades físicas leves são perfeitas para gestantes: hidroginástica caminhadas bicicleta ergométrica com intensidade leve. Antes de começar o ginecologista deverá ser consultado para que a observação do quadro clínico da gestante seja feito.

Alimentar-se de legumes frutas e verduras – É lógico que carnes cereais e massas são importantes mas as frutas verduras e legumes são indispensáveis na rotina alimentar da gestante.

Compartilhar
Artigo anteriorDepressão e seus Sintomas
Próximo artigoAbdominoplastia

Deixe uma resposta