Grávida pode fazer depilação?

0
60
Dúvidas durante a gravidez

A gravidez é um período bastante importante e a mulher tende a ter um monte de duvidas nesta fase. Isto porque entre outras coisas ela é a grande responsável pela saúde do bebê e deseja não fazer nada de errado.

Na hora em que surgirem as dúvidas não hesite em pedir por ajuda. Geralmente o médico ginecologista está bastante acostumado com isso e será solícito sempre que puder. Recorrer a sites a amigos e a parentes também vale pois uma pessoa que já passou por isso pode ajudar. Certas mulheres já passaram por mais de 10 gestações estando provavelmente bastante acostumadas com a condição.

Algumas das dúvidas mais frequentes são se a mulher pode se depilar durante a gravidez se pode tingir o cabelo se pode usar salto alto fazer tratamento para varizes pintar as unhas descolorir os pelos do corpo andar a cavalo de bicicleta de moto tomar laxante banho de banheira entre outras. É nessa hora é preciso perguntar mesmo para que tudo corra bem. Abaixo vamos falar um pouco sobre as dúvidas com relação à depilação.

A pele da mulher grávida

Durante a gestação a pele da mulher fica consideravelmente mais sensível. Com isto ela fica mais vulnerável ao surgimento de manchas e de pigmentações o que pode provocar um aspecto não muito bonito. É preciso portanto ter atenção. Além disto a mulher grávida tende a liberar um hormônio que atua diretamente na melanina levando a um escurecimento maior da pele.

O escurecimento da pele afeta principalmente a região dos mamilos entretanto outras áreas podem ser afetadas como a linha que divide o abdômen. Caso a depilação não seja feita da forma mais correta é provável haver um escurecimento em outros locais visto que o corpo da mulher já está mais propício a tanto.

Grávida pode fazer depilação?

Sim grávida pode se depilar. Não é porque a mulher está grávida que deve abrir mão de certas vaidades. Alguns métodos não são no entanto indicados já que possuem chances de apresentarem complicações como o laser e os cremes depilatórios. De uma forma geral a mulher grávida pode dar preferência à técnica que mais lhe agrada excetuando aqueles tendo somente um pouco mais de atenção quando o parto estiver por perto.

Um pelo encravado ou uma foliculite inflamação no folículo piloso pode trazer transtornos quando próximos ao dia do parto assim como um arranhão ou algum corte com Gillette por exemplo. Por isto recomenda-se fazer a depilação até quase o final da gestação deixando os pelinhos crescerem livremente depois disto. Caso o médico veja necessidade ele pode fazer uma leve raspagem no local antes do parto entretanto geralmente não é necessário.

Tipos de depilação

Existem muitos tipos de técnicas para dar fim aos pelos e parece que a cada hora aparece mais um. Toda mulher tem aquele que é de sua preferência sendo que algumas preferem a cera enquanto outras são velhas adeptas à pinça. Geralmente todos os métodos machucam um pouco mas as mulheres acabam se acostumando já que é necessário.

A pinça por exemplo é bastante indicada para mulheres grávidas e podem ser usadas à vontade. É preciso ter atenção entretanto na hora de ir à depilação sendo que cada mulher deve levar a sua e mantê-la sempre limpa e esterilizada. Outra técnica conhecida é a cera que não deve nunca ser reutilizada tenha atenção também. A gilete é bastante conhecida e antiga amiga das mulheres. Para as grávidas elas estão liberadas precisando no entanto estarem novas e sem sinais de ferrugem. Outra opção disponível é a linha também sem contraindicação desde que nova. Os depiladores elétricos são fáceis de usar e eficientes estando da mesma forma liberados.

Depilação a laser e cremes depilatórios

A utilização dos cremes depilatórios causa controvérsia e portanto deve ser evitada por mulheres grávidas. Certos especialistas dizem que os componentes das fórmulas podem de alguma maneira afetar o desenvolvimento do feto. Outros afirmam que como o contato com a pele é muito rápido não influenciaria em nada. De qualquer forma é melhor evitar já que existem tantas outras opções disponíveis.

O laser para depilação também é um assunto controverso quando se trata de mulheres grávidas. A Anvisa e FDA não liberaram por exemplo o uso desta medida durante a gestação. Não existe nada comprovado entretanto nem a favor nem contra mas assim como no caso dos cremes depilatórios é melhor evitar também.

Portanto mulheres grávidas escolham a opção que mais lhes agrada e mãos a obra. Podem começar a dar um fim em seus pelos exceto por meio dos lasers e dos cremes depilatórios. Lembrando também que não é bom utilizar nenhum dos métodos quando o momento do parto já estiver se aproximando de forma a evitar pelos encravados cortes foliculites machucados ou outros problemas que poderiam influenciar negativamente o parto.

Compartilhar
Artigo anteriorDISLEXIA
Próximo artigoMastopexia

Deixe uma resposta