Haloterapia

    0
    115

    O que é a haloterapia?

    Este termo é referente a uma técnica de tratamento que faz uso do sal para curar condições como doenças respiratórias. A haloterapia busca igualar o ambiente da espeleoterapia do grego “grutas” muito usada na Europa oriental desde o começo do século XIX.

    Antigamente este tratamento era feito em minas de sal hoje em dia no entanto diferentes spas e termas conseguem utilizar o método através da reprodução das condições ideais para tanto. A principal finalidade da haloterapia é prevenir e tratar patologias respiratórias e cuidar da pele dos pacientes.

    Esta técnica está inserida dentro da categoria de terapias físicas. Na antiga URSS muitos estudos foram levados a diante com o intuito de evitar tratamentos via o uso de medicamentos sendo a haloterapia uma grande descoberta.Haloterapia

    A grande maioria dos tratamentos que faze uso de medicamentos apenas atua paliativamente. Além disto acaba provocando alguns efeitos secundários indesejados e por vezes perigosos. A haloterapia possui um custo moderado e não provoca efeitos colaterais. Para o procedimento é preciso criar uma atmosfera como de minas de sal relaxante e revigorante. Indivíduos com problemas respiratórios principalmente os fumantes devem tentar tal método de tratamento. Cada sessão custa em média por volta de R$ 6000.

    Como é o procedimento

    Durante uma sessão de haloterapia o paciente entra em uma sala coberta por sal. Nela o ar é saturado com aerossol de sais que criam o ambiente perfeito para o desenvolver do método.

    O paciente fica confortavelmente posicionado em uma poltrona. O silencio deve ser profundo e posições relaxantes são estimuladas. Músicas calmas podem fazer parte da sessão. O aerossol que vem do gerador de sal possui capacidade curativa para a pele danificada e para o sistema respiratório. O tratamento e sua intensidade são ajustados de acordo com as necessidades do indivíduo.

    Dependendo da patologia que se procura curar o procedimento pode ser mais ou menos intenso. Recomenda-se repetir as sessões todos os dias por em média 2 semanas. Além disto é interessante refazer o processo ao menos 2 vezes por ano.

    Muitas pessoas fazem uso da haloterapia com o intuito de prevenir gripes e resfriados. A técnica também permite um relaxar já que o silêncio é grande e o ambiente é favorável.

    Outras informações

    A haloterapia é bastante indicada em casos de asma de bronquite de infecções no ouvido de problemas de pele de infecções virais e constipações frequentes de psoríase de ansiedade de insônia e de artrite por exemplo.

    Casos de cancro de tuberculose de insuficiência cardíaca de infecções sem febre e de hipertensão não costumam ser resolvidos por meio da haloterapia. Antes de dar início ao procedimento é fundamental escolher bem o local e o profissional que irá realizá-lo. Busque referências e conversar com quem já se submeteu ao método de forma a evitar transtornos futuros.

    Os resultados da haloterapia costumam ser bastante favoráveis sendo que tal procedimento não deixa sequelas e nem efeitos colaterais. Pode ser uma opção bem interessante para quem sofre de problemas respiratórios e de pele.

    Compartilhar
    Artigo anteriorSintomas da Menopausa
    Próximo artigoTosse Seca

    Deixe uma resposta