História que ajuda a contar a evolução esportiva moderna

    0
    59

    Se você tem um corpo você é um atleta. Foi com esta filosofia que o lendário treinador e corredor Bill Bowerman concebeu o que é hoje uma das maiores marcas esportivas do mundo. Na mitologia grega Nike é a deusa da vitória os gregos dizem que quando alguém vai para uma disputa e vence é Nike. A empresa em si começou com um aperto de mão entre Bowerman e Phil Knight em 1964 no estado de Oregon nos Estado Unidos. Inicialmente os dois colegas criaram a Blue Ribbon Sports. Em 1972 nascia a marca de calçados para atletas chamada Nike. E hoje ainda é no Oregon que está a sede da empresa em Beaverton na costa oeste.

    A estrutura do local impressiona os visitantes podendo ser descrito como uma “Disneylândia para quem gosta de esporte”. São 17 prédios que de alguma maneira definem a paixão pelo esporte e também a sua beleza. Cada um dos edifícios recebe o nome de um atleta importante para o crescimento da Nike ao longo dos anos. Os dois últimos prédios a ficarem prontos em 2001 foram o Tiger Woods Center e o Lance Armstrong Center. Neste último estão expostas a camiseta e bicicleta usadas pelo sete vezes campeão do Tour de France.

    É neste complexo que estão também os centros de pesquisas para o desenvolvimento e aprimoramento dos produtos da Nike. A primeira grande novidade veio logo no início com a sola quadriculada que revolucionou o mundo dos calçados esportivos. Tempos depois veio a linha Nike Air sucesso graças a sua inovadora tecnologia de proteção básica contra impactos e também a sua versatilidade de acordo com os perfis dos atletas. Em 2001 foi a vez de colocar no mercado o Nike Shox com um revolucionário design para amortecimento.

    Destaque também para o conceito radical do minimalista Nike Free que tem como premissa simular o movimento natural do treinamento descalço. A tecnologia Nike Free foi projetada para complementar a flexibilidade e os movimentos naturais dos pés. Na construção do tênis a fôrma utilizada é capaz de proporcionar os mesmos movimentos que se obtém ao andar e treinar com os pés descalços porém sem riscos.

    Segundo Jeff Pisciotta Pesquisador Chefe do Laboratório de Pesquisas Esportivas da Nike a idéia básica e primordial deste tênis é fortalecer os pés usando os músculos intrínsecos que normalmente não são utilizados. Entre os benefícios apresentados para o treinamento com o tênis é que seu uso pode ajudar a manter a elasticidade dos músculos o que reduz a possibilidade de sofrer lesões esportivas. O tênis é usado por exemplo pela triatleta Fernanda Keller e pelo maratonista Vanderlei Cordeiro de Lima.

    Pode-se dizer que o mais recente sonho de consumo dos corredores é o tênis Nike+iPod que utiliza um sistema wireless que permite o ipod nano conversar com o calçado Nike+. Com os calçados Nike+ conectados ao iPod nano no kit esportivo Nike+iPod informações de tempo distância queima de calorias e ritmo do exercício ficam armazenadas no iPod e podem ser acessadas na tela. O retorno do desempenho em tempo real também é proporcionado nos fones de ouvido. O kit inclui um sensor instalado no tênis e um receptor que é conectado ao iPod. Hoje no Brasil a Nike comercializa os seguintes modelos de tênis de corrida compatíveis com a tecnologia Nike Plus: Air Zoom Vomero+ 2 Air Pegasus+ 2007+ Air Max Moto+ 5 e Air Structure Triax+ 10.

    Hoje além dos tênis a Nike também aproveitou suas pesquisas tecnológicas para desenvolver roupas de alta performance para os esportistas além de acessórios como relógios e óculos. Por falar em pesquisa o Nike Sport Research Lab ocupa um espaço privilegiado dentro do complexo e um dos primeiros atrativos para os visitantes é o sistema de video-câmeras de alta velocidade que capturam os dados da pisada em mil frames por segundo para em questão de segundos reproduzir no scanner uma imagem digital em 3D do pé.

    No laboraório são feitos estudos e análises biomêcanicas psicológicas e também sensoriais e de percepção (avaliações subjetivas sobre os atributos dos produtos usabilidade e durabilidade). Em cada uma dessas áreas são levados em consideração para pesquisa fatos como a localização dos consumidores por exemplo enquanto europeus preferem correr em trilhas os norte-americanos são mais adeptos de superfícies planas além é claro de informações sobre biotípos e também sobre os diferentes níveis de esportistas que se destinarão um produto.

    Algumas curiosidades sobre o grande campus-sede da Nike em Beaverton:

    – A construção dos campus começou em 1988 e foi oficialmente inaugurado em 1990. A expansão do campus foi marcada em 1999 pela abertura de quatro prédios. Em 2001 foram terminados os dois últimos o Lance Armstrong Center (em fevereiro) e o Tiger Woods Center (em maio).
    – No total o campus conta com uma área aproximada de 720 mil metros quadrados que ainda conta com um lago.
    – A trilha para corrida no campus recebeu o nome do primeiro funcionário da Nike Jeff Johnson.
    – No campus trabalham 4230 pessoas. Em todo o mundo são cerca de 29 mil pessoas trabalhando diretamente para a empresa e cerca de um milhão considerando fornecedores e parceiros.

    Fotos do campus-sede em Beaverton

    Obs.: o ativo.com viajou aos Estados Unidos à convite da Nike Brasil para um media camping.

     

    Esta matéria foi produzida no site ativo.com

     

    LEAVE A REPLY