Melhor uso de si – Corrida Psicofísica

    0
    51

    Trata-se de uma teoria que pode ser aplicada em todas as modalidades esportivas aqui especificamente à prática regular da corrida: a técnica de Alexander.

    Há quase 10 anos uso os princípios de uma técnica e associo ao meu método com meus assessorados tanto aos atletas profissionais aqueles que têm o esporte como profissão quanto aos atletas corporativos no geral executivos em busca de melhor qualidade de vida.

    A teoria nasceu no fim do século XIX e representa o controle primordial da postura com o equilíbrio entre cabeça pescoço e coluna. Normalmente a pessoa que se especializa na técnica de Alexander demora por volta de dez anos para aprimorar o conhecimento como um treinador psicofísico.

    Mesmo assim todos podem praticar a técnica pois os resultados são evidentes. Quando for correr num parque por exemplo comece a observar as outras pessoas correndo ou caminhando ao seu redor. Repare na postura na elegância de alguns e na displicência de outros. Tenha certeza de que os mais eretos desempenham melhores resultados.

    Temos muitos exemplos conhecidos de atletas elegantes em suas modalidades. Dois grande exemplos do passado e do presente no futebol são o holandês Johan Cruyff craque da famosa seleção Laranja Mecânica dos anos 70 e atualmente pudemos ver Zinedine Zidane.

    Em comum esses jogadores mostravam esplêndida coordenação entre cabeça pescoço e costas. Isso proporcionou a eles consciência de própria situação em relação aos adversários. Ao mesmo tempo a mesma consciência de seus movimentos a todos os outros jogadores em campo.

    No nosso esporte o maior exemplo vem dos africanos. Basta observar a postura dos quenianos que vencem as maratonas pelo mundo a fora. No Brasil o brasiliense Marilson dos Santos e cruzeirense Franklin Caldeira perceberam que correr com elegância melhora a eficiência mecânica conseqüentemente o desempenho técnico.

    Aí você percebe que um corredor venceu com postura duvidosa. E aí? São as exceções pode ter certeza. Fazendo melhor uso de si mesmo quando treina quando faz alongamento quando se alimenta etc. terá grande chance de melhorar o seu rendimento.

    Existe o elegante por genética (genótipo) ou por mimética (fenótipo adquirido) Se você não nasceu para ser um Juha Vaatainen saiba que pode treinar para ser um.

    Vamos treinar?
    Antes e depois de uma corrida de 50 minutos procure fazer alguns exercícios educativos de corrida em alguns treinos na sua semana de acordo com seu treinador.

    Durante treino preste atenção total no seu uso de si mesmo por 5 ou 10 minutos. Corra com elegância! Mantenha seus braços e pernas com leveza e perfeição. Observe-se!

    Nessa busca constante pela elegância você aos poucos vai assumir sua leveza durante as corridas. Utilize os seus 5 ou 10 minutos para se imaginar um corredor perfeito com plasticidade. Busque a melhor mecânica de corrida!

     

    Esta matéria foi produzida no site ativo.com

     

    Deixe uma resposta