Musculação pode influenciar o combate ao câncer

    0
    39

    Um estudo publicado no Journals of Gerontology sugere que integrar a musculação na rotina de pacientes cancerígenos pode reduzir a perda de massa muscular que acompanha os efeitos do envelhecimento.

    Os pesquisadores concluíram a musculação atua também como um estimulante para pacientes que sofrem de câncer de próstata e que são submetidos à Terapia de Privação de Andrógeno (TPA) que suprime os níveis de testosterona.

    Como a anulação de testosterona pode ocasionar efeitos colaterais desconfortáveis aos pacientes como a redução da massa muscular os pesquisadores constataram que a musculação seria um fator chave e significativo para o aumento de potência e força.

    Além disto o estudo concluiu que os pacientes com câncer de próstata e que são submetidos a tal terapia tiveram um aumento gradativo da massa muscular assim que induzidos ao treinamento mesmo com níveis insignificantes de testosterona no organismo.

     

    Esta matéria foi produzida no site ativo.com

     

    Compartilhar
    Artigo anteriorHIIT promete bons resultados para quem quer ficar em forma rápido
    Próximo artigoPulseira monitora atividade física

    Deixe uma resposta