Neuroma de Morton

    0
    114

    O que é?

    Difundido por Thomas G. Morton em 1876 como uma lesão tumoral benigna caracteriza-se por fibrose do nervo digital plantar. Trata-se de um neuroma dos nervos digitais plantares.

    Sua ocorrência é maior entre o terceiro e o quarto ossos metatarsais (dedos dos pés) e também entre o segundo e o terceiro metatarsos sendo raro entre o primeiro e o segundo e o quarto e o quinto metatarsos.

    No terceiro espaço ocorre por ser este o local mais normal da união entre os ramos lateral e medial dos nervos digitais plantares que ficam mais grossos e mais extensos e por ser maior a mobilidade do quarto metatarso comparado ao terceiro é provocado o aparecimento de microfraturas.

    Por causa da maior incidência nos indivíduos do sexo feminino do neuroma de Morton conclui-se que o fato ocorra devido ao uso de sapatos altos e de pontas finas que comprimem os dedos fazendo com que a pressão na cabeça dos metatarsos (dedos dos pés) aumente comprimindo os seus nervos.

    Os esportes de impacto também são fatores fortes para o desencadeamento dessa lesão. A dor é sentida no antepé fazendo com que o paciente sintaneuroma de morton vontade de massagear os dedos para aliviar a tensão ou parar de realizar alguma atividade que envolva os pés.

    Essa dor espalha-se para trás do pé ou para os dedos causando formigamento por vezes nas áreas onde os ramos nervosos passam. Uma queimação também pode ser sentida podendo aumentar com o uso de sapatos inadequados ou a ocorrência de impactos constantes nos pés.

    Causas

    A causa definida é desconhecida no entanto é maior a ocorrência entre as mulheres (86% dos casos) sugerindo que a lesão seja provocada pelo constante uso de sapatos de salto alto e bico fino provocando o aumento da pressão na cabeça dos metatarsos (dedos dos pés) e a compressão dos nervos.

    O mesmo processo ocorre no esporte em pessoas que apresentam com constituição física inclinada a sofrer esses transtornos devido à biomecânica ineficaz para esse tipo de estresse físico por consequência a alterações provocadas por essa causa. A dor se manifesta caracterizando o Neuroma de Morton.

    Sintomas

    Dor intensa e constante no metatarso ao andar ou estando em pé devido a pressão do peso do corpo sobre o antepé. A dor começa no metatarso e irradia-se para os dedos ou para a parte de trás do pé. A sensação também é de queimação podendo apresentar dormência na região afetada e a impressão de choque elétrico. Foi relatado também por alguns pacientes a sensação de inchaço.

    A hiperextensão dos dedos (metatarsos)durante a troca de peso sobre o pé que esta apoiado no chão e também do agachamento subida e descida de escadas principalmente subidas podem provocar e agravar os sintomas.

    A dor apresentará melhora quando se interromper o uso de calçados que estiverem provocando a lesão e o massagear do mesmo de forma leve sem grande pressão poderá facilitar o relaxamento de região e proporcionar alívio imediato da mesma.

    É aconselhável a interrupção de calçados de salto alto bicos finos inclusive os masculinos de solado rígidos e de bicos mais finos. Em casos mais graves mesmo ao andar descalço ou durante repouso a dor persistirá até que a região seja desinflamada.

    Diagnóstico

    O diagnóstico é feito por intermédio das próprias impressões do paciente e de seu histórico com o devido exame físico. Será realizada uma compressão latero-lateral dos metatarsos e no mesmo momento se fará uma pressão na planta do pé na região da lesão.

    Nesse momento pode o indivíduo se queixar de dor e também poderá ocorrer um estalado devido à movimentação do neuroma entre as cabeças dos metatarsos.Podem ser realizados outros exames para a confirmação do diagnóstico ou seja anular qualquer outra possibilidade de problema.

    Não é possível visualizar a imagem do neuroma mas o exame pode detectar outra patologia que esteja causando a dor. O neuroma de Morton aparece claramente no ultrassom desde que seu tamanho seja maior do que 5mm. Lesões menores são difíceis de visualizar já com a ressonância magnética é possível uma melhor averiguação o quadro.

    Tratamento

    O neuroma de Morton não regride sozinho e por isso é necessário um tratamento. A cirurgia para a retirada do neuroma deve ser efetuada somente se o tratamento conservador não funcionar.

    O primeiro procedimento do tratamento é a mudança de hábitos e calçados que precisam ter solados macios e espaçosos para acomodar o pé todo com conforto. É necessária uma avaliação médica para definir o tipo de pisada (neutra supinada pronada) para ser indicado o melhor tipo de tênis a ser usado nas atividades físicas.

    Anti-inflamatórios e analgésicos poderão ser prescritos pelo médico na fase crítica da lesão para o controle da inflamação e da dor. A infiltração com medicamentos na área apresenta bons resultados mediante um estágio avançado da lesão.

    A Sonoforese: é uma técnica onde o uso do Ultrassom que é convencionalmente aplicado com um gel faz a substituição deste gel por um gel que contém substâncias anti-inflamatórias. Essa técnica alia os efeitos do ultrassom com o aumento da penetração de medicamentos através da pele.

    O TENS (correntes elétricas analgésicas) aliviam bem a dor.

    Técnicas de Terapia Manual; mobilização dos metatarsos e dos dedos dos pés; massagens na musculatura plantar que alivia a pressão que o neuroma sofre entre os metatarsos.

    LEAVE A REPLY