Paralisia Facial

    0
    36

    O que é paralisia facial?

    Esta condição é caracterizada pela paralisia total de alguns ou de todos os músculos envolvidos nos movimentos e nas expressões faciais. Os músculos que compõem a face humana são comandados por um nervo em específico que é chamado de nervo facial. Este nervo é apenas um dos 12 pares de nervos que recebem o nome de cranianos. Cada nervo craniano é constituído de 2 nervos. Estes são provenientes de uma região do cérebro sendo que um fica de um lado e o outro de outro.

    Os nervos chamados de cranianos são originários no sistema nervoso central. Eles se dirigem para certos locais do pescoço e da cabeça sem no entanto passar pela medula espinhal. Quando ocorre alguma lesão em um destes nervos dentro do cérebro temos um quadro de paralisia facial. Quando a lesão acontece fora do cérebro temos outro tipo de problema.

    A paralisia facial pode ser do tipo central ou do tipo periférica. A condição é de grande preocupação já que logo se imagina ser proveniente de um caso de AVC. Entretanto apesar de este ser um dos principais causadores da paralisia central mais de 70% das situações são benignas e geradas por uma condição que se chama paralisia de Bell. Por esta ser a mais frequente forma de paralisia daremos maior ênfase a ela no texto.

    Agente causador

    O AVC ou acidente vascular cerebral é um dos grandes causadores de paralisia facial assim como traumas e infecções diversas. A paralisia de Bell é muito comum e acomete tanto homens quanto mulheres de todas as idades. Ainda assim é bastante difícil um caso antes dos 15 anos.

    Quem promove a disfunção facial é o vírus da herpes simples o mesmo da labial e da genital. Quando o vírus ataca um nervo ele faz com que a região inflame e inche levando desta forma à compressão do mesmo dentro do crânio. Com isto a capacidade de transmitir impulsos nervosos fica reduzida e seriamente comprometida causando então a paralisia característica à condição.

    Além do vírus da herpes outros podem levar ao problema. O da catapora por exemplo e o da mononucleose são outros vilões nesta história. Fatores de risco para a complicação são uma gravidez e diabetes.

    Como se descobre a doença (diagnóstico)

    O diagnóstico é geralmente clínico e tem como base testes de exclusão. Todas as causas vão sendo testadas e eliminadas até que se chegue a um veredicto final. É importante por exemplo verificar se algum tumor está causando a compressão do nervo e a paralisia facial o que poderia levar a uma série de transtornos.paralisia facial central

    Quando a disfunção é provocada por um acidente vascular cerebral os sinais são um pouco diferentes. É a isquemia de um nervo de dentro do cérebro que leva á paralisia central. A periférica atinge uma hemiface já a central não atinge os olhos e a testa. Desta forma o médico vai investigando e determinando as causas do problema. Além disto o AVC deixa outras graves sequelas como desorientação e dificuldades na marcha por exemplo.

    Depois de um trauma é muito simples diagnosticar uma paralisia facial. Outras complicações como otite média e síndrome de Sjogren também podem desencadear o problema. Depois de descoberta a causa da complicação é preciso dar início a um tratamento adequado.

    Sintomas

    A paralisia de Bell é do tipo periférica já que acomete o nervo quando este está do lado de fora do cérebro. Ela tem um começo abrupto e pega toda uma metade da face sendo que piora de hora em hora. Alguns dos sintomas mais detectados são:

    • Dor ao redor da mandíbula;
    • Aumento de sensibilidade em um dos ouvidos;
    • Redução do paladar;
    • Dor de cabeça;
    • Diminuição do lacrimejamento nos olhos;
    • Dificuldade em fechar os olhos;
    • Dificuldade em levantar as sobrancelhas;
    • Perda da expressão em um lado da face;
    • Dificuldade em franzir a testa.

    Na grande maioria dos casos a paralisia regride espontaneamente. No entanto em casos mais agressivos é comum restar sequelas. Em todas as situações é imprescindível conversar com quem entende do assunto.

    Prevenção

    Algumas medidas podem ser tomadas com o intuito de se prevenir de uma paralisia facial. Cuidados básicos com a higiene pessoal deixam as pessoas longe de infecções de nariz de garganta e de ouvido por exemplo. Evitar mudanças muito bruscas de temperatura também é uma importante providência a ser tomada.

    Um dos grandes causadores da disfunção é o AVC. Esta complicação pode ser evitada adquirindo hábitos de vida saudáveis e diminuindo a sensação de estresse. Além disto consultar um médico periodicamente e realizar exames de rotina é fundamental de forma a manter o corpo devidamente monitorado.

    Pessoas que fazem parte do grupo de risco devem ter atenção redobrada. Portadores de diabetes mellitus e mulheres grávidas por exemplo precisam ficar de olho na eventual possibilidade de uma paralisia.

    Tratamento

    Até mesmo sem receber qualquer espécie de tratamento um indivíduo pode se curar da paralisia facial. Apesar de parecer algo preocupante em muitas circunstâncias a condição é benigna.

    No entanto é imprescindível que se consulte um médico diante dos sintomas. Somente um profissional está apto a fazer um estudo e a determinar se o problema é ou não algo grave. Quanto menor for a intensidade de uma paralisia maiores serão as chances da pessoa se recuperar. O uso de medicamentos consegue garantir que não restem sequelas após o período para isto um médico deve ser procurado.

    Os maiores cuidados são com a região dos olhos pois devido à paralisia muitos pacientes ficam impossibilitados de fechá-los o que provoca ressecamento e uma série de problemas. O uso de protetores é uma alternativa assim como de colírios para umidificar.

    A administração de corticoides é também uma opção. Estes fármacos garantem uma recuperação mais completa necessitando ser usados ainda nos primeiros 3 dias do problema. Com a ajuda de profissionais as sequelas serão mínimas. Portanto não hesite em procurar por ajuda. O tratamento costuma ser simples e rápido basta procurar por auxílio. A paralisia facial necessita de atenção pois pode ser indício de algo mais grave.

    Compartilhar
    Artigo anteriorMiopatia Nemalínica
    Próximo artigoMixedema

    Deixe uma resposta