Poliomielite | Paralisia Infantil

    0
    79

    Poliomielite

    Doença infectocontagiosa muito conhecida também por “paralisia infantil”. É causada por polivírus e apesar do nome popular acomete também um grande número de adultos. Neste artigo vamos falar um pouco a respeito da poliomielite considerando os seguintes tópicos:

    • O que é poliomielite;
    • Como se adquire;
    • Quais são os sintomas;
    • Como é feito o diagnóstico;
    • Como é o tratamento;
    • Como prevenir.

    O que é poliomielite?

    poliomielite paralisia infantilÉ uma doença viral causada por um Enterovírus de sorotipos distintos imunologicamente. Pode infectar tanto adultos quanto crianças e provocar ou não complicações. Por ser uma doença relacionada a bons hábitos de higiene é mais frequente de se desenvolver em crianças que ainda estão em processo de aprendizado. Entretanto também é comum de ocorrer poliomielite em adultos.

    Os primeiros transtornos são gerados normalmente na garganta ou nos intestinos. A partir destes locais o vírus consegue acesso à corrente sanguínea e pode acabar atingindo o cérebro. Quando ocorre a infecção do sistema nervoso neurônios motores são destruídos. Neste caso pode ser gerada uma paralisia flácida em certos membros. Caso não ocorra o tratamento adequado ou caso este não venha a acontecer a poliomielite pode se espalhar pelo sistema nervoso e provocar até mesmo morte.

    Como se adquire?

    A transmissão ocorre principalmente de forma direta ou seja de pessoa para pessoa. Pode acontecer de haver infecção via fecal-oral por objetos alimentos ou água contaminada por exemplo ou via oral-oral através de secreções ao tossir espirrar ou falar.

    A poliomielite é portanto uma doença altamente contagiosa e que já causou a morte ou a paralisia de diversas pessoas. Hoje devido à descoberta de uma vacina ela está mais controlada entretanto ainda existe um grande número de pessoas que continuam sendo infectadas.

    Grande parte das pessoas infectadas não apresenta sintomas. O que aumenta ainda mais a preocupação pois estas ainda funcionam como transmissores do vírus. Este quando em contato com indivíduos mais predispostos à poliomielite manifesta-se e gera muitos problemas. Os sintomas entretanto podem levar cerca de um mês para surgirem.

    Quais são os sintomas?

    Estes variam bastante de acordo com o grau da infecção. Quando o vírus não atingiu ainda o sistema nervoso muitas vezes os sintomas são bem parecidos com o de uma gripe comum. Ocorrem quadros de febre vômitos dores de garganta e dores pelo corpo. Diante de qualquer espécie de sintomas deve-se sempre procurar por auxílio médico. Algumas vezes o que parece ser algo simples pode acabar gerando complicações sérias.

    Por não ocorrer prevenção ou tratamento adequado a poliomielite pode atingir o sistema nervoso. Nestes casos alguns dos sintomas notados são flacidez muscular frequentemente em membros inferiores ou abolição de reflexos em certas áreas.

    Como é feito o diagnóstico?

    Através de exames clínicos o médico já levanta algumas suspeitas. Exames laboratoriais serão indicados para que haja a certeza do diagnóstico. Uma análise das fezes por exemplo pode trazer resultados significantes. O exame do liquor e uma eletroneuromiografia também ajudam muito neste sentido.

    É importante fazer o diagnóstico com cuidado pois pode haver confusões com outras doenças que atingem o sistema nervoso. Após a certeza deve-se dar início imediato ao tratamento.

    Como é o tratamento?

    A poliomielite é uma doença que como muitas outras complicações virais não possui um tratamento em específico. Os doentes devem ser monitorados durante a infecção e os sintomas controlados para que não deixem sequelas. Desta forma algumas medidas são tomadas como por exemplo o repouso absoluto mudança de posição do indivíduo na cama e acompanhamento ortopédico e fisioterápico.

    Pessoas que recebem o devido acompanhamento e que fazem o tratamento dos sintomas costumam apresentar melhoras significativas em cerca de 10 dias. A recuperação da paralisia pode até mesmo ser total.

    vacina poliomielite

    Como prevenir?

    A principal forma de prevenção é através da vacina contra a poliomielite. Esta existe em duas formas oral e injetável e deve ser aplicada em períodos certos logo quando a criança nasce. Até completar os 5 anos de idade a criança ainda deve receber anualmente doses de reforço.

    Outras medidas podem ser tomadas com o intuito de se proteger da doença como por exemplo manter bons hábitos de higiene e somente beber água tratada. Lave muito bem os utensílios de cozinha e de mesa e consulte frequentemente um médico para realização de exames de rotina.

    Compartilhar
    Artigo anteriorTomar amoxicilina e paracetamol amamentando| Pode?
    Próximo artigoMelhor posição para o Bebê dormir

    Deixe uma resposta