Quais vacinas tomar para viajar?

0
67
 Por que é necessário?

Logo que pensamos em viajar o passaporte e o visto são as primeiras preocupações que vêm em mente. No entanto muitas pessoas se esquecem de verificar se o país de entrada exige alguma vacina.

O Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP) é um documento obrigatório para a entrada em uma série de países como a Austrália a África do Sul A Venezuela o Egito a China e a Arábia Saudita por exemplo. Isto porque é preciso controlar a entrada e a saída de pessoas em áreas endêmicas. Caso contrário sem a devida vacinação uma grande epidemia poderia ter início no mundo.

Até mesmo para viajar dentro do Brasil é interessante tomar as vacinas de febre amarela e de febre tifóide especialmente se o estado de destino estiver localizado no Norte ou Nordeste do país. Importante também lembrar que as vacinas devem ser tomadas com uma certa antecedência por exemplo a de febre amarela deve ser tomada no mínimo 11 dias antes do embarque sendo que a mesma vale por 10 anos.

Quais vacinas tomar para viajar?

Isto depende muito do país de destino e de origem. Por exemplo muitos países exigem dos brasileiros a vacina contra febre amarela para a entrada de forma a proteger o local de também virar uma área endêmica. Assim como dependendo do país de destino devemos ter atenção aos perigos ali reservados como a malária e a febre tifóide por exemplo.

No site da ANVISA Agência Nacional de Vigilância Sanitária é possível ter acesso a todas as vacinas necessárias para entrar em cada país. Basta acessar o link http://www.anvisa.gov.br/viajante/ fazer o cadastro e indicar o país de destino. O site é muito interessante e ainda traz outras informações importantes sobre os mais variados destinos.

O Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia

Este certificado é exigido como documentação obrigatória para a entrada em uma série de países com o intuito de controlar a circulação de pessoas em áreas endêmicas. Conforme mencionamos acima no site da ANVISA é possível ter acesso à lista completa de vacinas exigidas em cada país assim como verificar a obrigação ou não do CIVP para a entrada. Basta verificar no link: http://www.anvisa.gov.br/viajante/.

Alguns locais que oferecem as vacinas já oferecem também o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia. Todas as vacinas listadas no site do Ministério da Saúde são oferecidas gratuitamente nos postos de vacinação instalados em unidades de saúde. Existem também os serviços de vacinação privados no entanto é preciso que estejam credenciados junto à ANVISA.

Para a emissão do Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia é preciso apresentar o Certificado Nacional de Vacinação preenchido com a vacina requerida. É também necessário levar um documento original de identidade com foto assim como a certidão de nascimento para menores de idade. O viajante deve assinar o CIVP no ato sendo portanto imprescindível a sua presença. A população indígena fica dispensada da apresentação de um documento original com foto.

O Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia pode ser feito nos centros de atendimento da ANVISA listados no link http://www.anvisa.gov.br/hotsite/viajante/centros.pdf. Ele fica pronto na hora. Basta assinar juntar ao passaporte e apresentar sempre que for requerido durante a viagem ou estadia no país. O serviço costuma ser rápido e é totalmente gratuito.

 

Onde tomar as vacinas?

Não necessariamente os locais que entregam o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia aplicam também as vacinas requeridas para a viagem. Em alguns lugares como uma série de hospitais públicos é possível tomar a vacina e já sair com o certificado. No entanto na grande maioria dos locais é dado a vacina e um certificado nacional para então a pessoa comparecer no centro em que pode ser retirado o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia.

Para tomar a vacina basta ir ao posto de vacinação estadual ou municipal mais próximo de sua casa com um documento de identidade em mãos. Não é necessário reservar hora e nem pagar nada. Depois disso é preciso pegar o certificado de vacina que vai ser entregue no ato e guardar.

Os centros de atendimento da ANVISA que emitem o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia estão listados no seguinte link: http://www.anvisa.gov.br/hotsite/viajante/centros.pdf. A ANVISA recomenda que um pré-cadastro seja feito em seu site antes de comparecer ao local escolhido no entanto não é algo obrigatório. No dia é preciso ir a um destes centros de atendimento com o Certificado Nacional de Vacinação em mãos assim como de um documento original com foto. O CIVP fica pronto na hora. Basta assinar juntar ao passaporte e seguir viagem. Tenha atenção entretanto ao período de incubação ou seja algumas vacinas devem ser tomadas certo tempo antes do dia do embarque. A da febre amarela por exemplo precisa ser tomada 11 dias antes. A validade é de 10 anos.

Deixe uma resposta