Sabe o que é BDSM?

0
57

Antes de se enunciar algumas das caraterísticas desta prática, é bom ter noção e colocar de parte quaisquer tipos de preconceitos relativamente às pessoas que gostam de a praticar. Não é coisa de tarados ou de pessoas esquisitas! Nem só os homens praticam a mesma! Os praticantes estudam, trabalham, namoram, são casadas, enfim… têm uma vida normal e comum como a sua. Simplesmente, têm desejos e fantasias e não se coíbem de as realizar e colocar em prática. Provavelmente você também gosta de chamar (ou ouvir) um nome feio ao parceiro, ou dar ou receber uma palmada no rabo, puxar uns cabelos, fica muito excitado com uma lingerie sexy, etc… o que não faz de si uma pessoa esquisita e, se pensar bem, há muitas coisas quando pratica sexo que também são praticadas no BDSM, mas simplesmente são de menor intensidade e rotineiras. Algumas pessoas sentem prazer na dor porque há uma sensação maior na pele, outras porque gostam de testar os seus próprios limites. Não obstante, o corpo liberta endorfinas quando exposto à dor, logo o prazer pode ser atingido por muitos. O que interessa realçar é que as causas são quase irrelevantes e que o que importa é a maneira como você se relaciona com os fetiches. Assim sendo, fique a conhecer um pouco esta prática.

As siglas B/D (boundage e disciplina), D/S (dominação e submissão), S/M (sadismo e masoquismo)

Bondage– é a arte de amarrar pessoas e o ato em si pode ser por estética, prazer erótico, restrição ou outros. O uso de cordas e algemas é comum, bem como correntes ou grilhões. Há praticantes que por sentirem muito prazer optam, inclusive, por fazer sozinhas.

Disciplina – aqui a arte é disciplinar ou ser disciplinado com obtenção de diversos objetivos. A mesma é consentida, mas há uma certa manipulação para que o parceiro ultrapasse os seus próprios limites. Este reforço vai desde bater até impedir o outro de comer o seu prato favorito.

Dominação e submissão – os motivos podem ser ou não sexuais e vão desde humilhar, espancar, amarrar… a alguém que controle a sua rotina, a alimentação, roupas, etc… Em suma, o relacionamento implica que há uma pessoa que se submete a outra.

Sadismo – nada tem a ver com o termo que usa no seu quotidiano. Em BDSM fala-se de pessoas que praticam sexo seguro e consentido e que podem causar dor aos seus parceiros, uma vez que sentem prazer nisso e lhe é dado aval para tal.

Masoquismo – é o contrário do acima. Aqui as pessoas têm prazer através da dor e dão consentimento para tal, por isso não julgue que se tratam de pessoas instáveis ou deprimidas.

Ver artigo completo

Compartilhar
Artigo anteriorSabe como maquilhar o seu tipo de rosto?
Próximo artigoSabe o que é que o mel e o limão têm em comum? Ajudam-na a ficar ainda mais bonita

Deixe uma resposta