Tenossinovite

0
128
 O que é tenossinovite?

É uma condição caracterizada por inflamação no revestimento da bainha de um tendão denominado de sinóvia. A inflamação da sinóvia pode ser provocada por doenças inflamatórias por lesões por distensão por esforço físico em demasia por infecção ou ainda por causas desconhecidas.

A tenossinovite afeta especialmente as mãos os pulsos e os pés podendo no entanto afetar também outras partes do corpo. Importante destacar que um corte infeccionado que leve à condição necessita de cuidados emergenciais. Pessoas com idade entre 30 e 50 anos ficam consideravelmente mais vulneráveis a tanto. Além disso a tenossinovite é mais comum em mulheres do que em homens podendo inclusive estar associada à gravidez.

Alguns dos sintomas da tenossinovite são inchaço na área afetada movimentação limitada dor sensibilidade vermelhidão e febre. Um médico deve ser consultado diante desses sintomas de forma a identificar o que vem provocando a condição sendo o reumatologista o infectologista ou até o clínico geral os médicos mais indicados para tanto.

A tenossinovite pode e deve ser devidamente tratada. Uma tenossinovite não tratada pode resultar em limitação persistente de movimentos além de tornar muito difícil a movimentação das mãos ou dos pulsos por exemplo. Por isso diante dos sintomas não deixe procurar pela ajuda de um profissional. Lembre-se de não realizar automedicação pois a prática pode ser perigosa e ainda pode mascarar outra condição mais preocupante. Diante dos sintomas procure por um médico.

Como se adquire?

A inflamação da sinóvia o revestimento da bainha que protege e cobre os tendões pode ter causas desconhecidas no entanto na grande maioria das vezes é o resultado de alguma lesão doença inflamatória distensão infecção ou esforço físico excessivo.

A tenossinovite afeta mais mulheres do que homens e pode ter relação com uma gravidez. Os locais mais comumente afetados são as mãos os pés e os pulsos podendo acometer qualquer bainha de tendão entretanto. Além disso pessoas com idade entre 30 e 50 anos ficam consideravelmente mais vulneráveis a tanto.

tenossinovite2

Sintomas

Podemos destacar como os mais comuns sintomas da tenossinovite a movimentação limitada dores ao movimentar o local inflamação vermelhidão sensibilidade e inchaço no local acometido.

Quando há vermelhidão inchaço e febre no local afetado especialmente em casos com corte ou punção é preciso ter atenção pois pode indicar infecção. Um médico deve ser consultado diante desses sintomas sendo as mãos os pulsos e os pés os locais normalmente mais acometidos. Principalmente quando houver suspeitas de infecção um médico deve logo ser procurado.

Diagnóstico

Um clinico geral um reumatologista ou infectologista são os especialistas mais indicados para o diagnóstico da tenossinovite. Uma série de perguntas serão feitas com relação aos sintomas ao histórico de saúde do paciente e aos hábitos de vida. Além disso o profissional irá realizar um cuidadoso estudo para certeza do diagnóstico.

O teste mais comumente realizado para diagnóstico da tenossinovite é o teste de Finkelstein especialmente para o diagnóstico de dor. Durante o teste de Finkelstein o paciente deve colocar o polegar sobre a palma da mão e em seguida dobrar os dedos sob o polegar. Exames de imagem como o raio-x geralmente são não solicitados para diagnóstico de tenossinovite.

Tratamento

O tratamento da tenossinovite visa a redução da inflamação e das dores utilizando para tanto medicamentos anti-inflamatórios e corticoesteroides por exemplo. Os tendões afetados devem ser mantidos parados para a devida recuperação além disso casos de tenossinovite por infecção devem ser tratados com antibióticos.

Em algumas situações cirurgias são necessárias para remoção do pus que fica acumulado em volta do tendão. Para a recuperação exercícios de fortalecimento podem ser necessários de forma a evitar que a lesão volte. A grande maioria das vezes o tratamento é efetivo mas algumas medidas preventivas podem ser tomadas para evitar recidivas. Uma tenossinovite não tratada pode resultar em limitação persistente de movimentos assim como pode se tornar difícil fazer qualquer movimentação com os locais acometidos.

Prevenção

A tenossinovite pode ser prevenida evitando-se movimentos repetitivos e o uso excessivo de tendões. Além disso pessoas que já sofreram com a condição devem ter cuidado e tomar algumas medidas de forma a evitar que a tenossinovite volte a ocorrer.

Para evitar recidivas deve-se seguir um plano de exercícios passado por um especialista e evitar movimentar os pulsos as mãos ou os pés de forma repetitiva. Caso o médico sugira deve-se fazer uso de uma cinta ou de uma tala para que o tendão afetado se recupere devidamente ou para que não volte a doer.

Por fim tome nota de qualquer tarefa que lhe provoque dor ou incomodo e procure por um profissional diante dos primeiros sintomas de forma a detectar o que vem provocando a condição e de dar início ao tratamento mais adequado. Lembre-se de não realizar automedicação pois a prática pode ser perigosa e ainda mascarar uma condição mais preocupante.

Deixe uma resposta