Tratamento Natural para Cólicas

    0
    59

    O que são as cólicas?

    As cólicas são também chamadas de dismenorreia e são um sintoma natural da menstruação podendo ser sentidas com mais ou menos intensidade e frequência dependendo do organismo da pessoa.

    Pode-se dizer que existem dois tipos de cólicas: a primária e a secundária. A primária é a cólica que acompanha a mulher desde a primeira menstruação que recebe o nome de menarca. Já a secundária é uma cólica que surge posteriormente depois de um período sem dor.

    A cólica primária é inata ao organismo feminino e é relacionada ao início dos ciclos ovarianos sendo sua natureza de origem desconhecida. Já a cólica secundária pode ser uma decorrência de doenças inflamatórias pélvicas como por exemplo fibromioma e endometriose.

    A cólica geralmente surge junto da menstruação e tende a ficar mais intensa com o decorrer dos dias. Não há como prever a intensidade e a frequência no entanto existem algumas medidas que podem ser tomadas com o intuito de amenizar a dor e o incômodo característico.

    tratamento caseiro para cólicas

    O que é sentido?

    A cólica provoca um desconforto que dependendo da intensidade e duração pode prejudicar a realização de uma série de tarefas diárias deixando muitas vezes a mulher de cama.

    Quando a cólica se manifesta sentimos um aperto na parte inferior do abdômen. Enjoo nervosismo e tontura são também sintomas decorrentes da cólica. Dor de cabeça cansaço e diarreia costumam acompanhar crises de cólica.

    No caso de cólicas que são resultados de alguma doença e não decorrentes da menstruação pode-se sentir os mesmos sintomas sendo no entanto muito importante consultar um médico pois podem ser causadas por alguma condição como endometriose presença de miomas ou fibromioma por exemplo.

    O que fazer?

    Nem todas as mulheres sentem cólica durante o período menstrual. Entretanto tem algumas mulheres que sofrem com as dores características no abdômen e de nervosismo assim como tem mulheres que chegam até mesmo a ter tontura vertigem crises de diarreia e de enjoo.

    Portanto sempre que a cólica for muito intensa e causar outros sintomas tais como os mencionados acima é fundamental consultar um médico pois pode ser sinal de algo mais preocupante. Mesmo que não seja um caso de doença específica quando as cólicas são intensas o médico pode receitar alguns medicamentos e indicar medidas de forma a reduzir o desconforto.

    Diante de suspeitas de condições que estejam provocando as cólicas o médico costuma indicar a realização de alguns exames como a ultrassonografia transvaginal o Papanicolau e a tomografia. Além disto o médico deverá realizar um exame físico completo e ginecológico de forma a tentar identificar alterações que possam estar causando dores acima do normal.

    Prevenção

    Infelizmente as cólicas tendem a voltar todos os meses no entanto algumas medidas podem ajudar a prevenir dores intensas. Manter uma alimentação balanceada por exemplo e ingerir sempre bastante água são medidas que podem ajudar a deixar o corpo mais preparado para lidar com as cólicas. Além disto a prática de exercícios físicos regulares pode auxiliar graças à liberação de endorfina além de poder reduzir o fluxo menstrual.

    Conversar com um profissional é também fundamental de forma a verificar o que realmente está provocando as cólicas. Além disto é essencial realizar os exames de rotina para que o corpo esteja sempre bem monitorado e protegido de doenças.

    Como aliviar as cólicas naturalmente?

    As cólicas quando sentidas podem ser reduzidas com um bom e velho truque: colocar uma bolsinha de água quente sobre a barriga enquanto se descansa o corpo. No entanto muitas vezes não temos a oportunidade de ficar descansando com a bolsa d’água sobre a barriga sendo impossível por exemplo em um dia de trabalho. Nestas ocasiões vale a pena apostar nos alimentos certos de forma a reduzir o desconforto.

    Alimentos como vegetais nozes e sementes cruas são ótimos para reduzir o desconforto. Tomar um chá de camomila também pode ajudar bastante assim como reduzir o consumo de laticínios de gordura animal e de ovos nestas condições.

    Massagens relaxantes podem ser feitas no trabalho e também são muito boas para a redução das cólicas. Uma massagem boa é aquela que pega a parte inferior do abdômen e emprega movimentos circulares na região com o intuito de dissipar o desconforto abdominal.

    Caso seja possível tome um banho quente e deixe a água escorrer pela barriga. Ao se deitar deixe as pernas levemente elevadas em relação ao corpo de forma a melhorar a circulação sanguínea na região. Evite alimentos que favoreçam a formação de gases e acima de tudo a automedicação. É normal sentirmos vontade de tomar um medicamento diante de dores no entanto um médico sempre deve ser consultado pois o uso incorreto de certos fármacos pode piorar a situação e até mascarar algo mais preocupante. As cólicas apesar de normais durante o ciclo menstrual podem ser sintomas de condições como endometriose e fribomioma por exemplo. Portanto nunca deixe de consultar um médico.

    Deixe uma resposta