Tudo o que precisa de saber para umas férias na neve em grande estilo

0
36

Pas de la Casa, Grandvalira, Formigal, Aspen, Chamonix… Se a muitos portugueses estes nomes pouco ou nada dizem, há quem não pense noutra coisa à medida que se aproxima o início de mais um ano. Quem experimenta não quer outra coisa. Quem ainda não se estreou não faz ideia do que está a perder. Seja qual for o seu caso, preparámos um guia que lhe vai dar conta dos destinos, as opções desportivas, o material necessário e as regras de segurança para toda a família.

Os principais destinos a considerar

Se dispõe apenas de um fim de semana ou pretende fazer a primeira incursão na neve tanto a Serra da Estrela como a Serra Nevada em Espanha são duas boas opções. Ambas possuem pistas de todos os tipos e escolas de ski e snowboard. Soldeu, El Tarter, Grandvalira e Pas de la Casa em Andorra e Formigal e Baqueira-Beret em Espanha são outras alternativas para quem não quer ir para muito longe.

Quem já não é propriamente novata nestas andanças e pretende mudar de ares tem um leque de opções mais vasto. Na Europa, as melhores estâncias encontram-se no norte da Itália (Madonna Di Campiglio, Cortina d’Ampezzo e Cervinia figuram no topo da lista), Alpes e Pirinéus franceses (Saint Lary, Font Romeu, Chamonix e Val d’Isère merecem destaque), Áustria (Innsbruck e St. Anton são as favoritas).

Na Suíça, um dos destinos de neve mais procurados internacionalmente, Zermatt e St. Moritz são as favoritas. Fora do velho continente há ainda outras hipóteses como Bariloche, a maior estância de ski da Argentina. Aspen, nos Estados Unidos da América, com a melhor neve do mundo segundo alguns entendidos, é outra opção que os adeptos do esqui devem considerar. Veja na página seguinte os destinos de neve em imagens.

O equipamento necessário

Se vai fazer a sua estreia nos desportos de inverno, é preferível recorrer ao aluguer de equipamento, que geralmente está incluído nos programas de férias das agências viagens. Esta opção tem várias vantagens. Evita os problemas de transporte e permite usar todos os anos novos modelos e trocar facilmente o equipamento quando não serve.

Se já está num nível avançado pode continuar a alugar o material ou, se preferir, comprar o seu próprio equipamento, sendo que a compra das botas deverá ser o seu primeiro investimento. Hoje em dia os modelos de média gama, a partir dos 100 €, assumem um compromisso preço/qualidade/conforto muito positivo.

O que não pode esquecer no momento de fazer as malas

Inclua na bagagem um par de luvas de boa qualidade e um gorro, se possível com pala, para a proteger tanto do frio como do sol. Não se esqueça também dos óculos de sol e/ou neve para proteger os olhos dos raios solares e do vento. Quanto à roupa, escolha peças com bom isolamento térmico, resistente e impermeáveis.

Evite as lãs e opte por artigos leves de algodão para usar por baixo de um bom casaco, que facilmente tira ao entrar em locais fechados, por norma, muito aquecidos. Veja a galeria de imagens com a lista das peças essenciais para a neve a incluir na sua bagagem.

Veja na página seguinte: Esqui ou snowboard?

Ver artigo completo

Compartilhar
Artigo anteriorTudo o que pode fazer contra a celulite
Próximo artigoTudo o que precisa de saber sobre a lista de casamento

Deixe uma resposta