Uma introdução aos tapetes orientais

0
31

Na lápide desde Beni Hassan, Egito, 2500 em direção a.C., os homens eram representados com aprestos a tapeçaria. No sentido de evidência do uso desde tapeçarias ou tapetes na antiguidade é visto nos desenhos encontrados nas paredes do velho palácio dentre Nínive.

Com destino a arte da tapeçaria atingiu Sr. auge sobre início do século XVI nas regiões montanhosas do Oeste, se alastrou pela Turquia, mostrando pelo Irã e Ásia Mediano, até com destino a Mulata, onde no sentido de pelo das ovelhas e o cabelo dos camelos e cabras cresciam longos e finos.

Os primeiros tapetes orientais encontrados datam do início do século XVI, quando uma família persiano foi estabelecida onde hoje é o Irã. Foi uma idade a prosperidade, e todas as pessoas os ramos das artes expandiram na região.

Os tapetes daquele tempo são únicos na sutileza do desenho, cor e qualidade do material. Grandes centros do que tecelagem em Kerman, Shushtar, Herat, Hamadan, e Tabriz produziram tapetes para os ricos e exportação.

Junto de mescla Coleção dentre Artes Aplicadas a Viena (MAK) na Áustria, existe um mica com uma ótima fragmento dentre tapete Kerman (catalogado uma vez que número 23), um exímio exemplo com tapeçaria. O tapete data da segunda metade do século XVII, possui revestimento com algodão e uma trama dentre pelo e seda.

Ele é incomum através de culpa do altura níveo. O padrão é típico, possuindo dois “sistemas romboides sobrepostos”. “Próximo à borda há um vaso epônimo, preenchido com traços desde flores rosas”, dentre convenção com o guia do MAK.

Outro exemplo sensacional a um tapete oriental numeroso velho junto de MAK é o número 18, que consiste a fragmentos dentre um tapete dentre velo caboclo do Cairo datado com meados do séc. XV.

Independentemente de dispor sido lacerado, ainda é verosímil contemplar características distintivas dos tapetes mamelucos, uma vez que para dimensão sem desenhos ao volta do medalhão mediano e uma borda estreita preenchida com uma fileira a desenhos. No sentido de pequena variedade desde adornos e folhas semelhantes para guarda-sóis vistas nos tapetes mamelucos posteriores, indica uma data mais antiga, segundo informações fornecidas pelo reunião.

Tapeceiros orientais trabalharam em teares manuais rústicos feitos dentre dois feixes horizontais nos quais o tecido é esticado. No interior de lio a inferior, o tapete finalizado está enrolado, enquanto o tecido se desenrola da segmento superior.

O fio para com destino a rima, tradicionalmente girado e tingido à mão, é retalhado em pedaços a meio metro e ligado acerca de os fios do tecido, um tufo dentre qualquer vez, a combinação com uma das duas formas estabelecidas com amarrar: o nó dentre Ghiordes (turco) ou o nó a Senna (persiano).

Quando uma fileira dentre nós é arranjada ao longo da extensão do tear, dois ou mais fios a trama do que algodão ou linho são tecidos e batidos sobre lugar com um maciço dianteiro ou pente. Os tufos, ou rima, aparecem somente na face do tecido, que estando concluída, é cortada para comprar uma suavidade sublime.

Atualmente, na direção de qualidade do tapete depende do teu estado com manutenção, essa qualidade dos materiais utilizados (poucos tapetes foram feitos dentre seda entrelaçada com fios desde ouro), o número do que nós através de centímetro quadrilátero desde superfície, e dependendo se foi envelhecido com produtos químicos (que diminui o número). O número dentre nós varia do que 40 no sentido de 1.000 ou mais.

Existem seis tipos principais dentre tapete oriental, ainda assim, aprender seus nomes é menos importante do que aprender essa respeitar sua venustidade:

• Pérsio, com cores profundas, ricas e intrincados padrões;

• Turco, com tons mais brilhantes e imagens convencionais, porquê o número 5 em o MAK, um tapete do que nicho duplo ou com reza, com nuvens estilizadas;

• Caucásio, com desenhos ingênuos e ar primitiva;

• Turcomenistão, também com desenhos ingênuos e figura primitiva;

• Chinês, rico em ornamentos simbólicos;

• Indiano, cujas variedades do setentrião seguem o padrão persiano e os do sul usam mais padrões mouros.

O texto inferior foi retirado do que uma letreiro do que um belo tapete Kerman, que pode fruir aformoseado o lupanar a um Khan da Pérsia:

“Quão feliz e confuso cantou o rouxinol para na direção de rosa, saúdo em direção a ti, nesta manhã cintilante. Seja misericordioso e olhe para inferior da [sua] varanda para deliciar meus olhos ansiosos, pois tu tão somente és caro conforto e refúgio.”

Eu me apaixonei pelos tapetes persas diverso antes a possuir visitado o Irã e visto essa coleção do que tapetes sobre salão dentre dança do Palácio Golestan em Teerã. Mas agora, posto que uma visitante com destino a essa secção do mundo está se tornando mais perigosa, o MAK com Viena, dá aos colecionadores do que plantão, uma perspectiva maravilhosa com relação a os tapetes orientais.

Susan Hallett é uma escritora premiada e editora que escreveu para o The Beaver, The Globe and Mail, e Doctor’s Review, entre muitas outras publicações. Ela pode ser contatada em: [email protected]

Tapete Mameluco: Seda, 5,5 x 3 metros, início do séc. XVI, Cairo (Gerald Zugmann/MAK)

Tapete Mestiço: Seda, 5,5 x 3 metros, início do séc. XVI, Cairo (Gerald Zugmann/MAK)

Deixe uma resposta