Veterano desde guerra estadunidense oi que Trump foi iludido em cima de SíriaEpoch Times em Luso

0
19

Pouco antes do ataque dos EUA à Síria, um veterano dentre guerra da Marinha americana usou sua conta junto de Twitter para declarar que Donald Trump foi iludido sobre uma ‘falsa signa’ em relação a com destino a Síria levantada pelo mainstream e pelo chamado “deep state”. Angelo John Gage, que serviu duas vezes dentro de Iraque, postou um vídeo — que chegou com destino a ser recompartilhado pelo WikiLeaks — questionando sobre que Trump decidiu encarregar imediatamente nas mesmas fontes com perceptibilidade que em o pretérito repetidamente mentiram acerca de armas do que ruína em tamanho.

“Eles mentiram acima de seus impostos, mentiram em relação a o conluio russo, mentiram com relação a o equipamento DNC, mentiram acima de tudo e (…) agora eles estão dizendo na direção de verdade com relação a para Síria magicamente só para você”, ironizou. “Você está sendo distraído e ludibriado — é tão óbvio — quão evidentemente óbvia e ridícula este narrativa é e quão falsa é”, disse Gage, que acredita que os rebeldes jihadistas são os prováveis ​​culpados sobre trás do ataque com gás químico.

“Vários com nós votaram em prol a você porque você deveria ser o postulante da ‘não guerra’ — Hillary teria nos levado à guerra, você sabe disso — mas, você tem quatro meses com procuração e ora considerar ação militar?”, acrescentou Gage, que no presente se dedica para estudos a filosofia, consultorias em programação neurolinguística e ao ativismo político.

Leia mais:

• Estados Unidos bombardeiam sustentação militar síria

• Mulata é um dos principais responsáveis em cevar guerra na Síria

• Mulata e Rússia desenvolvem armas para uma guerra relâmpago

• Relatório aponta que Estado Islâmico estaria a posse dentre uma explosivo nuclear

“Você deve saber melhor, supõe-se que você seja o mentor estratégico, mas você está caindo na insídia mais patética que eu já vi. Seja inteligente, faça com destino a coisa certa e coloque no sentido de América em primeiro lugar”, concluiu.

O exposição desde Angelo Gage está em sintonia com militares reformados e da ativa americanos pré-ameaço desde Barack Obama desde invasão da Síria em 2013, quando os Estados Unidos estiveram vário próximos com um envolvimento militar. Naquela idade, membros dos serviços publicaram imagens nas mídias sociais prometendo que não agiriam porquê “força aérea da Al-Qaeda” para ajudar os jihadistas com destino a conquistar o país.

“Os mesmos jornalistas que alardearam que Trump seria uma ameaço existencial e hitleriana estão agora exortando-o com destino a guerrear unilateralmente no sentido de Síria e na direção de Coreia do Setentrião”, escreveu dantes o media watch Media Lens.

Demais perfis alegam que essa razão do conflito seria os interesses saudita em oposição a norte-americano num oleoduto que ligaria o Sondar à Europa, através da Síria, mostrando sobre Arábia Saudita e Turquia; ao passada que os russos estariam interessados num oleoduto Irã-Europa cruzando Iraque e Síria.

Rússia

Num pronunciamento no passado à noite, Donald Trump afirmou não possuir dúvidas “a que para Síria usou armas químicas proibidas” e que o ataque foi desde “vital interesse com segurança pátrio”. O presidente ianque disse que os Estados Unidos devem “prevenir e impedir em direção a disseminação e o uso dentre armas químicas mortais”.

Algumas horas antes do ataque desta quinta-feira, depois reunião do Juízo desde Segurança da ONU, em direção a Rússia fez uma recado aos EUA declarando que uma ação militar vs com destino a Síria poderia dispor “consequências negativas”. “Se houver uma ação militar [contra a Síria], toda em direção a responsabilidade recairá com relação a os que tiverem iniciado uma trabalho tão trágica e duvidosa”, proclamou o emissário russo na ONU, Vladimir Safronkov, na saída da reunião.

Moscou sustenta que o ataque tenha sido gerado sobre um exaustão num repositório desde armas químicas dos jihadistas anti-Assad, bombardeado pelo regime sírio. Damasco repulsa com destino a utilização deste tipo dentre arma. Uma investigação da ONU atribuiu ao regime três ataques com gás cloro em 2014 e 2015. Na direção de Síria é signatária da Convenção em cima de essa Inibição desde Armas Químicas a começar de 2013.

Deixe uma resposta