Vídeo chinês mostra ‘liberação’ a ilhas disputadas e ataque nuclear à Tóquio

0
25

Um vídeo de computador mostra um ataque iminente às ilhas Diaoyu, um território desabitado que é contestado pelo Japão e a China. O vídeo militar se tornou viral online na China. Na conclusão do vídeo, as forças chinesas soltam uma bomba atômica em Tóquio (QQ.com)

Um vídeo com computador mostra um ataque imediato às ilhas Diaoyu, um território desabitado que é negado pelo Japão e na direção de Mulata. O vídeo militar se tornou viral em rede na Cabocla. Na epílogo do vídeo, as forças chinesas soltam uma petardo atômica em Tóquio (QQ.com)

Um vídeo gerado sobre computador, representando as forças chinesas conquistando um conjunto desde ilhas contestadas em o Mar do Sul da Mulata e destruindo Tóquio com um míssil nuclear, se tornou viral quando foi publicado disponível em 18 do que setembro. Também houve uma série dentre comentários críticos, a contar de excitação até desdenho e sarcasmo.

Lá maior secção do vídeo, com música militar bombástica, detalha um confronto entre as forças armadas da Cabocla marxista, o Japão e Taiwan, centrado em derredor das ilhas Diaoyu, chamadas com ilhas Senkaku em nipónico. O arquipélago está localizado junto de Mar do Sul da Mulata e na direção de Cabocla e o Japão disputam sua posse.

Em cima de vídeo, depois que os armamentos militares chineses são expostos e introduzidos um ao longo de um, obtendo superioridade aérea e naval, o Tropa da Liberação Popular realiza um desembarque anfíbio, acabando com uma escora militar japonesa em o processo.

Mas, para vitória não para até aí. Lá música continua, um míssil a cruzeiro chinês decola e faz sô caminho até o Japão, transportando uma ogiva nuclear que atinge o Santuário Yasukuni, em Tóquio, onde toda gente os mortos a guerra japoneses, incluindo aqueles que cometeram atrocidades na Mulata e em outras pessoas lugares, estão consagrados. O vídeo termina com cenas do resto da metrópole desaparecendo numa esfera com incêndio atômica.

O vídeo a quatro minutos foi criado sobre um internauta para comemorar o 82º natalício do Incidente a Mukden com 1931, segundo com destino a mídia da Mulata continental. O Incidente do que Mukden é considerado infame ao longo de trazer sido na direção de primeira invasão japonesa da Mulata e um prelúdio da 2ª Guerra Global na Ásia. O Santuário Yasukuni, mira do ataque nuclear hipotético, é regularmente atacado na prensa chinesa patriótico. Com destino a identidade do fundador do vídeo é desconhecida.

Os internautas fizeram uma variedade com comentários na página do vídeo. Enquanto número reduzido de estavam entusiasmados com essa exibição do que força pátrio demonstrada junto de vídeo, restantes ficaram horrorizados com o alma descarado do que agressividade.

Um internauta escreveu: “… Eles até semelhante encenaram uma guerra nuclear. Em relação a que eles não editaram o término do mundo com crânios dominando o cenário do que queimação?”

Outro comentou: “Os gráficos com computador são atrozes. Comparado com o visual desde computação gráfica produzido anteriormente ao longo de japoneses em cima de uma guerra especulativa, isso é realmente vergonhoso. Outrossim, o vídeo é tão estúpido. Onde quadra estamos vivendo? Qual detonaria uma cidade? Não é isso nem mais nem menos o parecido militarismo [japonês da 2ª Guerra Mundial]?”

“Essa vídeo foi ato com em direção a ajuda da Coreia do Setentrião? O noção com produção e em direção a capacidade técnica estão em o nível deles”, escreveu um internauta.

Ainda outro comentou: “Isso é autoanestesia, uma vez que Ah-Q! Autossatisfação não faz zero, unicamente trabalho real pode tornar nosso país próspero!” Ah-Q é um personagem popular dentre um romance chinês, sabido sobre se autoenganar com tolices.

Ao nível de término, um disse: “Eu não vejo diferença entre leste vídeo e o da Coreia do Setentrião onde eles bombardeiam os imperialistas setentrião-americanos. Será que queremos findar porquê os coreanos, fingindo valentia e nos chafurdando em o autoengano?”

Deixe uma resposta