Acupuntura: Agulhas Que Aliviam

Acupuntura: Agulhas Que Aliviam

0
72

A acupuntura se encontra entre as terapias holísticas, complementares ou alternativas mais conhecidas, praticada na China há 5000 anos. Existem várias teorias sobre como funciona: liberando endorfinas, neurotransmissores, estimulando a circulação e/ou as correntes elétricas do corpo. Continue lendo para descobrir o que é e como poderia te ajudar.

A medicina tradicional chinesa (MTC) tem raízes de milhares de anos e se baseia na crença de que o corpo tem uma energia, chamada qi (chi), que o percorre por diferentes vias e que quando esta energia está desequilibrada se gera a doença.

As vias que atravessam o corpo levando a energia qi são chamadas de meridianos e uma das muitas técnicas de cura da medicina chinesa pretende precisamente influenciar esses meridianos ao pressioná-los (existem 400 pontos que podem ser localizados por todo o corpo) com agulhas e fazendo diferentes combinações para que o corpo ative seus mecanismos naturais de cura.

 

Falamos da acupuntura, uma tem se popularizado cada vez mais nos países ocidentais e que normalmente é usada como uma terapia complementar para diferentes condições, entre elas, para o alívio da dor crônica.

Na verdade, sua eficácia na dor crônica tem sido estudada e demonstrada em vários ensaios clínicos ou em experimentos de laboratório, que milhões de americanos visitam o acupunturista a cada ano e em países como o Reino Unido ou a Alemanha entre 70% e 90 % dos tratamentos contra a dor incluem esta técnica.

Acupuntura: Agulhas Que Aliviam

O Que é Acupuntura?

As agulhas são colocadas em diferentes partes do corpo, mas também podem ser colocadas em pontos específicos da orelha que correspondem a determinados órgãos do corpo e inclusive diferentes emoções.

Uma técnica semelhante, mas que não usa agulhas é a acupressão, onde apenas são pressionados os meridianos para mudar a energia que os percorre e que consegue, por exemplo, que as mensagens de dor que os nervos enviam para o cérebro sejam modificadas.

Geralmente a acupuntura é segura, mas se você está pensando em usá-la por qualquer motivo, precisa visitar um verdadeiro profissional.

Embora sejam raros, sim, existem casos de efeitos secundários adversos, como infecções por agulhas não esterilizadas e inclusive perfurações de órgãos. Na verdade, para a Organização Mundial da Saúde as reações negativas a esse tipo de terapia se devem justamente às técnicas inadequadas.

Lembre-se que as terapias complementares ou terapias holísticas sempre devem ser aprovadas pelo médico que você visita e que conhece seus antecedentes médicos, sua história clínica e os medicamentos que toma regularmente.

Para Que Serve a Acupuntura?

Uma das utilizações mais comuns da acupuntura são para alívio da fibromialgia, osteoartrite, dor no pescoço e nas costas, doenças dentais causadas por operações e outros tipos de dores. Além disso, esses benefícios estão respaldados por vários estudos.

Reduz as náuseas e os vômitos em pacientes que receberam quimioterapia e em mulheres que têm esses mesmos sintomas durante a gravidez, de fato, com uma técnica adequada, a acupuntura é um procedimento seguro durante esta etapa na vida das mulheres e poderia ajudá-las também a reduzir o estresse.

Para reduzir as náuseas, recomenda-se pressionar firmemente o espaço entre os dois maiores tendões que cruzam o interior do pulso e começam na base da palma da mão.

Em terapias para aliviar as dores de cabeça e as enxaquecas alguns estudos têm demonstrado que a acupuntura complementar ao uso de analgésicos funciona melhor do que os medicamentos sozinhos e que as enxaquecas são menos frequentes e menos intensas.

Há também controvérsia em torno dela, pois inclusive tem sido sugerido que não é uma terapia valiosa, mas unicamente um placebo. Mas os pesquisadores apontam que existe suficiente evidência para estabelecer que é muito mais do que isso e que funciona em diversas situações. Além disso, os estudos continuam a descobrir quais outros benefícios e efeitos negativos existem neste método de cura.

Acupuntura antirrugas e gordura | SAPO Lifestyle

É importante saber que…

1. A acupuntura não é segura se você está tomando anticoagulantes ou tem problemas de coagulação, porque poderia te provocar hematomas e, em casos mais graves, até hemorragias.

2. Quem a pratica deve ser bem qualificado, de preferência certificado, para assim comprovar que seus conhecimentos sejam reais e sérios. Sempre é preciso escolher um acupunturista, da mesma forma que escolhemos um médico: pegar referências, recomendações e conhecer sua experiência anterior. Não tenha medo de fazer as perguntas que quiser à ele ou ela diretamente.

3. As terapias como esta funcionam melhor quando se une, sob a supervisão de um especialista em saúde, a medicina alopática (que é a convencional) com tratamentos complementares, por exemplo, neste caso, a acupuntura e os analgésicos. Não se trata de misturar fundamentos, mas de apoiar terapias diferentes que se complementam para um mesmo fim.

4. Normalmente, são necessárias várias sessões para corrigir a dor que o paciente tem. Seus resultados não costumam ser imediatos, como com o uso de medicamentos convencionais e uma terapia comum com um acupunturista será de mais ou menos 12 consultas de uma hora, considerando uma ou duas sessões por semana. Então, se você quer tentar tenha calma e seja pacientes.

Fonte: Saúde e dicas

LEAVE A REPLY