O dispêndio real do TOC: Transtorno Obsessivo Compulsivo

0
102
Sisudez da doença é pouco conhecida mundialmente, fator que provoca no sentido de lentidão sobre diagnóstico

Toc - Transtorno Obsessivo Compulsivo

Preocupação excessiva com limpeza, porquê lavar as mãos com continuidade, é um dos comportamentos comuns entre os pacientes diagnosticados (Gang Liu/photos.com)

Por Organização Global do que Saúde (OMS) classifica o TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) uma vez que uma das x doenças mais debilitantes. Porém, o transtorno é, muitas vezes, considerado uma doença ligeiro, peculiar ou parecido divertida. Uma das barreiras que atingem os que sofrem com essa transtorno mental é pânico do rótulo dentre insanidade sobre secção a terceiros, o que gera uma falta a consciência coletiva a respeito de o tema.

“Ser diagnosticado com TOC significa que o impacto na sua vida é numeroso grande. Você está gastando dentre cinco em direção a sete horas do respectivo dia com as compulsões”, quê Joel Rose, diretor da instituição britânica OCD Action, que atua na vulgarização a informações acerca de no sentido de doença.

O Transtorno Obsessivo Compulsivo é dividido em duas fases: no sentido de desde pensamentos obsessivos e para compulsão que alimenta esses pensamentos. Em direção a compulsão se torna um ritual, uma vez que lavar as mãos ou verificar se essa porta da frente está trancada. Ela também pode ser uma rotina mental, usada para sufocar um sentimento a impaciência ou interromper um pensamento pessoal.

“As gente ficam em um círculo vicioso e no sentido de quantidade do que tempo que eles precisam para gastar com essa compulsão e o desenvolvimento dessas compulsões têm desenvolvido”, alerta Rose.

“Não é porquê uma psicopatia no qual alguém não sabe que lhe atuação é ilógico. Alguém com TOC sabe, tendo como exemplo, que permanecer desde pé defronte dentre uma porta até cinco horas não faz sentido, mas eles se sentem obrigados em direção a satisfazer isso tipo a ação”.

Portadores a TOC são, muitas vezes, raça inteligentes e criativas que tentam proteger no sentido de si e no sentido de seus entes queridos do que futuros problemas, o que gera um estado do que alerta ordenado.

Rose explica que em muitas pessoas casos não há nenhuma conexão lógica entre os pensamentos obsessivos e os comportamentos compulsivos, mas unicamente padrões com pensamento repetitivo que ocorrem desde maneira isolada uma vez que: racontar até 30 ou até pensar que seus pais podem sucumbir em um acidente horroroso, que são fatores que podem caracterizar com destino a doença.

Barbara Lloyd, 49, diagnosticada com no sentido de doença a começar de na direção de puerícia, como que o TOC não se compara em direção a situações uma vez que o temor a chegar perto desde uma faca com susto a agressão. “Em cima de prezado caso o pavor é do que que eu, se cozinhasse, prejudicasse alguém com para minha comida ou o que eu poderia motivar caso não trancasse no sentido de porta dentre lar conforme as regras”, diga ela.

Caso doença do que Barbara é uma versão grave: ela gasta até oito horas através de dia com lavagem, limpeza e verificação da segurança desde vivenda. Diariamente, antes com transpor a vivenda, ela verifica o movimento dentre todas as chaves e fechaduras do aproximação principal em um ritual que vagar murado com 30 minutos. “eu puxo em direção a maçaneta da porta com tanta força que parece até que vou conseguir arrancá-la”, relata Barbara.

Segundo para paciente, outra mania adquirida está em verificar se toda gente os equipamentos eletrônicos da lar estão desligados. “Eu olho ao volta da sala e verifico se tudo está desligado, mas gastos crer que, realmente, os equipamentos estão desligados apesar da sinalização deles. Isso fez com que eu desenvolvesse uma enorme sofreguidão”.

Antes do TOC chegar à níveis alarmantes, Barbara atuava porquê médica microbiologista da Universidade do que Liverpool. O ritmo com trabalho mais lento fez com que Bárbara fosse considerada incapaz do que manter um missão que exigisse grande nível desde responsabilidade.

“O TOC me fez perder o ocupação, contribuiu para o termo dentre caro matrimónio, me fez perder um tempo valioso com minha mãe e prezado pai e faz com que eu tenha um restringido convívio social”, quê Barbara.

Uma estratégia que ela utilizou para prometer sua presença pontual em compromissos importantes é permanecer hospedada em um hotel próximo ao encontro na noite anterior.

Autor médica tem seduzido muitas pessoas tratamentos diferentes ao longo dos anos, tais uma vez que diferentes medicamentos e terapia comportamental cognitiva (dissertação), uma terapia da fala, mas os dois tiveram poucos resultados.

Compartilhamento dentre experiências

Desde combinação com Rose, na direção de OCD Action tem uma vez que objetivo capacitar alguém para responder a forma dissemelhante ao pensamento obsessivo através da exposição progressivo para o que está causando essa preocupação. Compartilhar suas experiências com outras pessoas portadores com TOC em grupos com esteio tem sido na direção de saída mais efetiva a Bárbara para superar os problemas.

“Há um grande conforto na sensação dentre que você não está sozinho. Uma das coisas mais emocionantes é encontrar alguém que faz coisas parecidas comigo”, como ela. Apesar da exigência limitadora, Barbara demonstra contar grande humor e acuidade. “Eu rio em relação a uma vez que eu perco tempo pensando em cima de o trajecto do jardineira, o que faz com que eu acabe perdendo em direção a hora e, assim sendo, não saindo a morada”.

Segundo o sítio da Internet da OCD Action, estima-se que murado desde 3% da população do Reino Unificado sofra com no sentido de doença. Entre as celebridades que sofrem do transtorno estão o jogador desde bola David Beckham e com destino a ciclista olímpica Victoria Pendleton.

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas

Siga-nos dentro de Facebook: https://web.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos junto de Twitter: @EpochTimesPT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here